Cruzeiro derrota o Atlético-PR por 2 a 0

Cruzeiro bate o Atlético-PR por 2 a 0

Na estreia do técnico Cuca em jogos oficiais, o Cruzeiro derrotou o Atlético-PR por 2 a 0, nesta quarta-feira, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

O treinador, que já havia comandado a equipe celeste no amistoso contra o Tupi, no final da intertemporada, deixou o time provisoriamente na quinta posição, com doze pontos. Já o clube rubro-negro corre o risco de acabar a rodada entre os que seriam rebaixados, com sete pontos, temporariamente na 16ª posição. Wellington Paulista e Robert foram os autores dos gols em um jogo onde os cruzeirenses exploraram bem os contra-ataques.

Se o Atlético-PR foi o clube que mais contratou reforços durante a paralisação do Brasileiro, com doze jogadores (Guerrón, Ivan Gonzalez, Mithyuê, Vítor, Thiago Santos, Eli Sabiá, Oberdam, Paulinho, Anderson Aquino, Gustavo, Nieto e Éder), o Cruzeiro também se movimentou durante o período e apresentou cinco novidades (Everton, Wellington, Robert, Montillo e Rômulo), além do técncico Cuca.

O jogo desta quarta, no entanto, promoveu a estreia de apenas cinco desses novos contratados: pela equipe paranaense, o volante Vítor e o meia Paulinho, que começaram jogando, além de Eli Sabiá e Thiago Santos, que entraram no decorrer da partida. No time mineiro, Robert entrou no segundo tempo.

Na próxima rodada, os paranaenses jogam fora de casa, contra o Vasco, no sábado, às 19h30 (de Brasília). No domingo, às 18h30, o Cruzeiro recebe o Goiás no Estádio Arena do Jacaré, em Sete Lagoas.

O jogo

Atuando fora de casa, o Cruzeiro começou acuado e não conseguia passar do meio-campo. Aos 2min, Alex Mineiro tentou de letra, mas a bola desviou no zagueiro e foi para escanteio.

A equipe mandante seguiu pressionando e chegou perto de abrir o placar novamente com Alex Mineiro, aos 6min. Porém, à medida em que os atleticanos desperdiçavam oportunidades, os mineiros equilibravam as ações. Aos 10min, Neto precisou se esticar para evitar gol de Thiago Ribeiro após falha da defesa.

O Atlético-PR esteve próximo de abrir o placar aos 19min, mas teve um gol anulado em uma decisão polêmica da arbitragem. Após chute de fora da área, o goleiro Fábio deu rebote. Alex Mineiro pegou a sobra e tocou de calcanhar. Bruno Mineiro desviou para o gol, mas o assistente marcou impedimento.

Aos 33min, o Atlético-PR novamente chegou com perigo. Depois de passe de Alex Mineiro, Paulo Baier limpou o goleiro e bateu sem ângulo. Fábio se recuperou e espalmou a bola.

No final do primeiro tempo, quando o time da casa era melhor, o Cruzeiro chegou ao primeiro gol. Aos 45min, Thiago Ribeiro cruzou do lado direito, na medida para Wellington Paulista cabecear no canto de Neto e marcar.

Com a possibilidade de terminar a rodada na zona de rebaixamento, o técnico Paulo Cesar Carpegiani promoveu duas mudanças na equipe do Atlético-PR durante o intervalo: saíram Eli Sabiá e Branquinho para as entradas de Jean e Vítor.

As alterações surtiram efeito e, logo aos 7min, Wagner Diniz teve boa oportunidade para empatar. O lateral chutou colocado, mas Fábio fez boa defesa.

O Cruzeiro era pressionado, mas levava perigo em contra-ataques. Aos 17min, Wellington Paulista chutou e exigiu que Neto espalmasse para o canto.

Para aproveitar melhor os espaços deixados pelo Atlético-PR quando atacava, Cuca fez duas alterações na metade do segundo tempo: saíram Roger e Thiago Ribeiro para darem lugar a Marquinhos Paraná e Robert.

Na sequência, aos 32min, novamente o Atlético-PR teve um gol anulado. Paulo Baier cobrou falta no tumulto da área. Rhodolfo entrou em posição de impedimento e o assistente marcou bem.

Após dois lances de bola parada que levaram perigo ao gol cruzeirense, aos 37min e aos 38min, o time de Cuca deu números finais ao jogo, com Robert, em jogada de contra-ataque aos 41min. O Atlético-PR não teve forças para reagir e os minutos finais foram de toque de bola.

FICHA TÉCNICA

Atlético-PR 0 x 2 Cruzeiro

Gols

Cruzeiro: Wellington Paulista, aos 46min do primeiro tempo, e Robert, aos 41min do segundo tempo

Ponto Forte do Atlético-PR

Buscou o ataque e soube aproveitar bem a postura acuada do Cruzeiro no início da partida, porém não soube concluir seus bons momentos em gols.

Ponto Forte do Cruzeiro

Explorou bem os contra-ataques, marcando gols em momentos em que o Atlético-PR dominava as ações da partida.

Ponto Fraco do Atlético-PR

Mesmo sendo a equipe que mais se reforçou na intertemporada do Brasileiro, time mostrou que tem um elenco limitado e deve mesmo brigar contra o rebaixamento.

Ponto Fraco do Cruzeiro

Inconstância durante a partida, permitindo domínio adversário em momentos importantes do jogo.

Lance Polêmico

O Atlético-PR esteve próximo de abrir o placar aos 19min, mas teve um gol anulado em uma decisão polêmica da arbitragem. Após chute de fora da área, o goleiro Fábio deu rebote. Alex Mineiro pegou a sobra e tocou de calcanhar. Bruno Mineiro desviou para o gol, mas o assistente marcou impedimento.

Personagem do jogo

Robert: vem mostrando estrela com a camisa do Cruzeiro. Marcou gols na excursão do time pelos Estados Unidos, na intertemporada, e deixou o seu também na estreia por jogos oficiais, nesta quarta.

Esquema Tático do Atlético-PR

4-4-2

Victor; Edílson, Rodrigo, Ozéia )(Rafael Marques) e Bruno Collaço; Fábio Rochemback, Maylson, Hugo e Douglas(Bergson); William e Roberson (Fernando). Técnico: Silas

Esquema Tático do Cruzeiro

4-4-2

Fábio; Jonathan, Gil, Cláudio Caçapa e Diego Renan; Fabrício, Henrique, Roger (Marquinhos Paraná) e Gilberto (Fabinho); Thiago Ribeiro (Robert) e Wellington Paulista

Técnico: Cuca

Cartões amarelos

Atlético-PR: Manoel

Cruzeiro: Rodrigo, Ozéia e Fábio Rochemback

Árbitro

Wilson Luiz Seneme (SP)

Local Arena da Baixada, Curitiba(PR)

Fonte: Terra, www.terra.com.br