Cruzeiro brilha pelo alto em estreia e faz 5 a 0 no Goiás pelo Brasileirão

Três dos gols foram feitos após cobranças de escanteio.

Com muito sucesso em jogadas de bola parada, o Cruzeiro goleou o Goiás e assumiu a liderança provisória do Campeonato Brasileiro - graças ao saldo de gols. Atuando na Arena Independência, em Belo Horizonte, a equipe mineira atropelou a goiana por 5 a 0. Três dos gols foram feitos após cobranças de escanteio.

A partida marcou o retorno do Goiás à Série A do Campeonato Brasileiro. Após dois anos longe da elite, o time dirigido por Enderson Moreira voltou como o atual vencedor da segunda divisão, mas não teve sucesso no primeiro desafio.

A bola parada decidiu o duelo a favor do Cruzeiro. O segundo gol, de Bruno Rodrigo, e o terceiro, de Nilton, foram marcados após cobranças de escanteio de Dagoberto. O quinto gol também saiu de um córner, batido por Lucca na cabeça de Nilton, artilheiro da partida. Diego Souza e Borges também foram às redes.

O jogo

Com apenas cinco minutos de jogo, o Cruzeiro fez valer o mando de campo e abriu o placar. Em falta cobrada por Dagoberto no setor esquerdo, a bola espirrou dentro da área e sobrou para Diego Souza, que estufou as redes. O meia ainda faria um primeiro tempo digno de elogios, chamando responsabilidade e organizando bem as jogadas. No Goiás, o meia Hugo foi quem mais se destacou, com boa finalização e toque de bola.

Melhor em campo, o Cruzeiro ainda poderia ter chegado ao segundo gol com Borges e Dedé, de cabeça. Dagoberto marcou, mas foi pêgo em posição de impedimento. O camisa 11, contudo, ainda daria a assistência para o segundo gol celeste. Em escanteio pela direita, o atacante colocou a bola na cabeça de Bruno Rodrigo, que contou com a saída ruim de Harlei para aumentar o marcador. Em jogada parecida, Dagoberto cobrou novo escanteio, desta vez para Nilton subir mais alto e marcar o terceiro gol.

Ainda antes do intervalo, surgiu o quarto gol cruzeirense. Em boa jogada de Egídio, o lateral saiu da marcação adversária e ofereceu ótimo passe para Borges, livre, invadir a área e tocar rasteiro, no canto esquerdo de Harlei. Gol para coroar a insistência do artilheiro, que já havia parado no goleiro esmeraldino por duas vezes.

No caminho contrário à boa partida, Ronan Marques da Rosa não foi bem com o apito. Por pelo menos duas vezes, jogadores de Cruzeiro e Goiás se desentenderam e chegaram a trocar empurrões e agressões dentro de campo, mas o cartão não saiu para nenhum atleta. O primeiro e único amarelo só foi visto aos 32min, para o lateral William Matheus.

Com a goleada já formada, o Cruzeiro tirou o pé na etapa final. Visivelmente, o time cadenciou o jogo e buscou com menos frequência as descidas ao ataque. Buscando ao menos evitar um vexame maior, o Goiás se arriscou mais nas jogadas ofensivas, mas as ações não ofereceram perigos reais ao gol de Fábio.

Elber e Lucca entraram em campo nos lugares de Diego Souza e Everton Ribeiro, respectivamente. Com os garotos, o time celeste ganhou em velocidade e teve mais facilidade para explorar os contra-golpes. Embora mais organizado, o Goiás oferecia espaços em campo. Bastava apertar mais um pouco para fazer o quinto gol. Nos dez minutos finais, Elber conseguiu o escanteio que deu origem ao tento. Lucca cobrou e Nilton, mais uma vez, subiu bem e marcou. Goleada de mão cheia do Cruzeiro e liderança garantida na primeira rodada do Brasileiro de 2013.

Com informações da agência Lancepress!

Ficha técnica

CRUZEIRO 5 x 0 GOIÁS

Gols

CRUZEIRO

Diego Souza, aos 5min do primeiro tempo; Bruno Rodrigo, aos 30min do primeiro tempo; Nilton, aos 41min do primeiro tempo; Borges, aos 43min do primeiro tempo; e Nilton, aos 34min do segundo tempo

CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Leandro Guerreiro e Nilton; Everton Ribeiro (Lucca), Diego Souza (Elber), Dagoberto (Ricardo Goulart) e Borges

Técnico: Marcelo Oliveira

GOIÁS: Harlei; Vítor, Ernando, Valmir Lucas e William Matheus; Amaral, Thiago Mendes, Renan Oliveira e Hugo (Ramon); Walter (Júnior Viçosa) e Araújo (Eduardo Sasha).

Técnico: Enderson Moreira

Cartões amarelos

GOIÁS: William Matheus

Árbitro

Ronan Marques da Rosa (SC)

Local

Arena Independência, em Belo Horizonte

Fonte: Terra