Grêmio fica só no empate com o Cruzeiro

Com o resultado, o Grêmio chegou aos 11 pontos e permaneceu na zona de rebaixamento

Mesmo jogando na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG), o Grêmio foi superior ao Cruzeiro. Por isso, o empate por 2 a 2 na tarde deste domingo acabou favorecendo a equipe da casa, que teve muitas dificuldades diante do time gaúcho. O resultado não aliviou a situação do técnico gremista Silas, que continua na corda bamba no cargo. Os gols da equipe gaúcha foram marcados por Borges e Jonas. Henrique fez os dois dos mineiros.

Com o resultado, o Grêmio chegou aos 11 pontos e permaneceu na zona de rebaixamento na tabela do Campeonato Brasileiro. Já o Cruzeiro, com a segunda partida sem vitória, chegou aos 16 pontos e segue na luta por uma vaga entre os quatro primeiros colocados.

A próxima rodada ? que promete ser sensacional ? será recheada de clássicos estaduais. No domingo, às 16h (de Brasília), o Grêmio enfrentará o Internacional, no Beira Rio, em Porto Alegre. Também no domingo, mas às 18h30m, o Cruzeiro medirá forças com o Atlético-MG, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas.

Justiça ao Tricolor

Desesperado em busca dos três pontos ? já que começou a partida na vice-lanterna do Campeonato Brasileiro ?, o Grêmio partiu para cima do Cruzeiro, mesmo atuando fora de casa, longe do torcedor tricolor. O time gaúcho, pelo menos nos primeiros minutos, teve mais posse de bola e, consequentemente, criou as principais chances de gol.

Visivelmente, o time mineiro sentia falta de um meia de origem. Gilberto, que fez grande partida contra o Fluminense, ficou de fora por causa de uma tendinite no tornozelo esquerdo. Roger, outra opção, também se recupera de lesão no departamento médico do clube. Jonathan, que foi improvisado na posição, não conseguia render o esperado.

Porém, o técnico Silas teve uma baixa inesperada. O volante Fábio Rochemback, que armava as principais jogadas de ataque o Grêmio, sentiu a coxa esquerda e teve que ser substituído. O escolhido pelo comandante tricolor foi Ferdinando.

E no fim do primeiro tempo, aos 45 minutos, o Grêmio fez jus à superioridade mostrada do gramado. Ferdinando fez grande jogada na intermediária e tocou para Maílson. O ala chegou à linha de fundo e cruzou fechado. Borges foi muito rápido e tocou de cabeça, antes que Fábio pudesse fazer a defesa.

Mais gols em Sete Lagoas

O Cruzeiro voltou arrasador no segundo tempo. O técnico Cuca tirou Rômulo e escalou o jovem atacante Sebá. Com isso, Jonathan voltou à lateral direita. E logo no primeiro minuto, o Cruzeiro chegou ao empate. Após um escanteio cobrado pela direita, Thiago Ribeiro escorou de pé direito, e Henrique se aproveitou e, de cabeça, tocou para o fundo das redes de Victor.

A impressão era a de que o Cruzeiro seria melhor que no primeiro tempo, mas o que se viu foi o Grêmio novamente superior. O time gaúcho não sentiu o gol de empate e continuou tendo mais posse de bola e levando muito perigo, principalmente nos contra-ataques.

Os gremistas reclamaram bastante das marcações do auxiliar Dibert Pedrosa Moisés, que marcou diversos impedimentos duvidosos do ataque gremista. A reclamação foi tão grande que culminou na expulsão do técnico Silas do banco de reservas.

E, aos 34 minutos, o Grêmio chegou ao gol de desempate. Em uma falta na entrada da área, Ferdinando deu um toque para Douglas. O meia apenas ajeitou para Jonas, que soltou uma bomba, sem chances de defesa para o goleiro Fábio.

Mas o Cruzeiro não estava morto. Aos 40 minutos, o time celeste chegou ao empate. Novamente em um escanteio ? em cobrança de Javier Reina ?, Henrique, mais uma vez de cabeça, fez o gol.







Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com