Cruzeiro segue com mandante em sua primeira partida no Brasileirão

O Cruzeiro manteve um tabu e segue sem perder como mandante em sua primeira partida pelo Brasileiro.

Ao empatar com o Atlético-GO, do técnico Adilson Batista, por 0 a 0, o Cruzeiro, que estreou Celso Roth, na noite deste domingo, no Parque do Sabiá, em Uberlândia, manteve um tabu e segue sem perder como mandante em sua primeira partida pelo Brasileiro, desde que a competição nacional passou a ser disputada por pontos corridos, em 2003.


Cruzeiro não perde e segue como mandante em sua 1º partida no Brasileirão

Em quatro partidas em casa na estreia, das 10 edições, o time mineiro venceu dois jogos e empatou os outros compromissos. Em 2003, o Cruzeiro empatou por 2 a 2 com o São Caetano, no Mineirão. No ano seguinte, a equipe estreou com vitória por 2 a 1 sobre o Juventude, no Ipatingão.

Em 2009, sob o comando de Adilson Batista, que recusou convite para voltar à Toca da Raposa II, preferindo ficar no time goiano, venceu por 2 a 0 o Flamengo, em Belo Horizonte. Neste domingo, empatou com o Atlético-GO, no Parque do Sabiá.

Nas seis demais edições, a equipe jogou o primeiro jogo fora e, nessa condição o retrospecto já não é tão positivo. Fora dois triunfos sobre Vitória, por 2 a 0, em 2008, e Internacional, por 2 a 1, em 2010.

Longe de seus domínios, o Cruzeiro empatou duas vezes, contra Flamengo e Fluminense, por 1 a 1 e 2 a 2, em 2005 e 2007, respectivamente, e foi derrotado em duas oportunidades: São Caetano, por 2 a 1, em 2006, e Figueirense, por 1 a 0, ano passado.

Fonte: UOL