Cruzeiro não sai do zero contra o Atlético-PR

Para a sorte do Cruzeiro, seus rivais na briga pelo título também não venceram

O Cruzeiro poderia assumido a segunda colocação do Campeonato Brasileiro e diminuído a diferença em relação ao líder Fluminense para dois pontos, mas não foi capaz de superar a forte defesa do Atlético-PR. Neste sábado, a equipe mineira empatou por 0 a 0 na Arena do Jacaré e permanece na terceira posição.

Para a sorte do Cruzeiro, seus rivais na briga pelo título também não venceram. O Flu empatou também sem gols do Grêmio Prudente no interior paulista, enquanto o Corinthians, segundo do Brasileiro ficou no 2 a 2 com o Ceará.



Já o ascendente time de Curitiba ao sexto jogo consecutivo sem derrota. O Atlético-PR está na sexta colocação, com 42 pontos.

O Cruzeiro não contou com o lesionado Diego Renan, que deu lugar a Pablo. Montillo foi novamente o responsável pela criação mineira, enquanto Fabinho, Henrique e Éverton auxiliavam no meio de campo e eram responsáveis pela marcação.

Se na vitória por 1 a 0 o Atlético-PR entrou em campo com um ofensivo esquema de três atacantes, o técnico Paulo César Carpegiani foi menos ousado neste sábado. O treinador armou a equipe somente com Bruno Mineiro na frente, povoando o meio de campo para dificultar a armação do Cruzeiro.

O jogo

A partida começou animada, com as duas equipes criando boas chances de marcar. Aos 2min, Rômulo cruzou bola na área, Farías não alcançou e Manoel tirou o perigo. Quatro minutos depois, Montillo cobrou falta com força e Neto espalmou. O Atlético-PR ameaçou na bola parada de Paulo Baier, que alçou na área, mas Bruno Mineiro não conseguiu aproveitar.

O Cruzeiro tinha uma maior posse de bola, mas não conseguia furar a zaga atleticana. Apesar disso, os times atacavam bastante. Aos 16min, Henrique chutou da meia direita e Neto fez boa defesa. Três minutos depois, a equipe da casa ameaçou novamente. Rômulo cruzou da direita, Farías completou e Neto defendeu com segurança.

O Cruzeiro passou a acuar o Atlético-PR em seu campo de defesa e o goleiro Neto salvou novamente aos 25min, após chute forte de Montillo. O meia argentino criou boa oportunidade dois minutos depois, tocando para Farías, mas a zaga visitante limpou o lance antes de qualquer finalização.

Cérebro do time, Montillo alçou bola da direita aos 38min para Caçapa, mas o cabeceio não rumou ao gol. A equipe mineira prosseguiu sua pressão nos instantes finais do primeiro tempo, mas parou novamente no goleiro Neto, que defendeu cabeçada de Thiago Ribeiro aos 43min.

Segundo tempo

A etapa complementar começou morna, com o Cruzeiro tocando bola no meio de campo. O time mineiro voltou do intervalo com Roger no meio de campo, para dar mais criatividade à equipe. Aos 3min, o meia arriscou sua primeira finalização, mas mandou por cima do travessão.

A resposta do Atlético-PR foi a entrada de Guerrón no lugar de Ivan González, para dar mais velocidade ao time. O equatoriano criou bom lance aos 14min em cruzamento, e Caçapa desviou para escanteio. O Cruzeiro ameaçou novamente aos 17min, em chute pela direita de Montillo que Neto espalmou.

O time da casa teve boa oportunidade três minutos depois, em passe do meia argentino para Thiago Ribeiro, que aparece pela direita e chutou por cima do gol. As equipes erravam muitos passes, atrapalhando a criação de jogadas.

A melhor oportunidade do segundo tempo até então saiu aos 37min, para o Atlético-PR. Paulinho cobrou falta na entrada da área e acertou o travessão de Fábio. No rebote, Maikon Leite chutou na barriga de Cláudio Caçapa, desperdiçando excelente chance.

A resposta do Cruzeiro foi aos 45min. Montillo carregou a bola pela direita e cruzou na cabeça de Robert, que desviou e viu Neto fazer uma defesa impressionante, garantindo o empate sem gols.

Fonte: Terra, www.terra.com.br