Daiane dos Santos anuncia aposentadoria após  nova lesão

Daiane dos Santos anuncia aposentadoria após nova lesão

A informação foi confirmada pelo clube da atleta, o Pinheiros

A gaúcha Daiane dos Santos anunciou oficialmente sua aposentadoria da ginástica artística. Em entrevista ao jornal Extra, a atleta de 29 anos revelou que descobriu uma nova lesão após voltar dos Jogos Olímpicos de Londres e que, pela necessidade de uma cirurgia, encerrou sua carreira. A informação foi confirmada pelo clube da atleta, o Pinheiros.

?Quando voltei, descobri que tinha uma lesão grande. Tive que escolher se competia ou operava, mas eu precisava pensar na minha saúde, não adiantava querer fazer tudo?, explicou Daiane ao diário.

A ginasta será submetida a uma artroscopia no joelho esquerdo na próxima terça-feira para a retirada do menisco. Ela revelou que sentiu muitas dores durante a Olimpíada e que passou por exames assim que retornou ao Brasil.

Desta maneira, os Jogos de Londres foram a última competição da carreira de Daiane. Na capital britânica, a gaúcha declarou que estava se despedindo da seleção, mas que cumpriria seu contrato com o Pinheiros até o final do ano e disputaria os últimos torneios nacionais. A necessidade de uma nova operação, porém, a levou a desistir. Segundo o clube paulista, o contrato até o fim de 2012 permanece em vigor, e agora as duas partes definirão qual será a nova função de Daiane.

?O Campeonato Brasileiro [neste final de semana em Goiânia] seria minha última competição, mas como vou precisar operar meu joelho, Londres foi a apresentação final?, disse Daiane ao Extra. ?Parei mesmo. Fiquei chateada, porque ainda queria competir, mas não deu?.

Em mais de uma década de carreira, Daiane, que teve a música "Brasileirinho" como tema de sua apresentação mais famosa, liderou o ranking mundial de solo durante anos, venceu etapas de Copas e Supercopas do Mundo e foi a primeira atleta do país a conquistar um título mundial na ginástica e a dar nome a um movimento da modalidade. Entretanto, sempre conviveu com inúmeras lesões e, em suas três Olimpíadas, passou em branco. Nas finais de Atenas-2004 e Pequim-2008, não confirmou o favoritismo e terminou em quinto e sexto lugar, respectivamente. Já em Londres-2012, sequer passou das eliminatórias.

A gaúcha ainda não anunciou qual será seu futuro após o fim da carreira de atleta. Ao assinar com o Pinheiros, em 2009, recebeu a proposta de assumir a coordenação do núcleo de ginástica do clube assim que se aposentasse. Daiane já admitiu apenas que pretende seguir no esporte como dirigente ou em algum cargo de gestão, mas não como técnica.

Fonte: UOL