Daniel Alves doa 300 tratamentos contra hepatite C à Bolívia

Lateral brasileiro foi negociado recentemente com a Juventus-ITA

O lateral Daniel Alves, que se transferiu recentemente para a Juventus, doou à Bolívia 300 tratamentos contra a hepatite C, dentro do projeto 'Tour n' Coure' do qual foi nomeado embaixador, informaram nesta sexta-feira as autoridades sanitárias bolivianas.

Os remédios doados por Daniel Alves serão administrados pelo programa nacional de prevenção e controle de infecções sexualmente transmissíveis, hepatite e HIV, segundo um comunicado do Ministério da Saúde da Bolívia.

O custo de um tratamento com remédios genéricos em países emergentes chega a US$ 2 mil, enquanto nos Estados Unidos pode subir para US$ 84 mil, segundo a mesma fonte.

Em mensagem enviada pelo Skype, o jogador destacou que na Bolívia há cerca de 600 pacientes com hepatite C, que "em sua maioria são pessoas com poucos recursos econômicos".

"Eles justamente são os que se beneficiarão com esta ajuda humanitária (...) Se conseguir salvar uma vida serei mais feliz do que sou agora", acrescentou o lateral, citado no comunicado do Ministério da Saúde.

O projeto do qual Daniel Alves faz parte é uma iniciativa de duas farmacêuticas, a egípcia Pharco e a indiana Prime, para erradicar a hepatite C do mundo com um tratamento de baixo custo.


Daniel Alves (Crédito: Reprodução)
Daniel Alves (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Uol