David Luiz festeja volta de Julio César à Seleção: Parece menino de 18 anos

Antes da apresentação a Felipão em Londres, zagueiro e goleiro se encontram na cobertura do jogador do Chelsea e vibram com convocação

Foi para David Luiz que Julio César ligou para comemorar seu retorno à seleção brasileira com um jantar em Londres. O convite foi negado. Afinal, o zagueiro estava a caminho de uma partida pelo Chelsea. Só que o goleiro do Queens Park Rangers, eufórico com a notícia, havia esquecido desse "detalhe". No último domingo, porém, na véspera de se apresentarem para o amistoso de quarta-feira, contra a Inglaterra, em Wembley, os dois se encontraram na casa do jogador dos Blues. Pareciam dois irmãos.


David Luiz festeja volta de Julio César à Seleção:

David Luiz festeja volta de Julio César à Seleção:

David Luiz festeja volta de Julio César à Seleção:

Na cobertura do zagueiro do Chelsea, com belíssima vista para o Rio Tâmisa, os dois falaram muito sobre o futuro da Seleção enquanto brincavam na sala de fliperama, arriscavam algumas tacadas na sinuca e comiam petiscos. Um dos jogadores mais convocados na era Mano Menezes, David Luiz assumiu a responsabilidade de receber o "garoto" Julio César nesse retorno com Luiz Felipe Scolari. É assim mesmo que o goleiro está se sentindo: um novato.

- Pego isso como exemplo: ver um cara que tem muitos jogos na Seleção, que tem um nome forte dentro do grupo, me ligando parecendo um menino de 18 anos convocado pela primeira vez para a seleção brasileira. Isso mostra a paixão que ele tem pela profissão dele. Venho de uma sequência maior do que o Julio César na Seleção e vou procurar ajudá-lo muito. Mas ele também poderá me ajudar muito. A realidade é essa - declarou o zagueiro do Chelsea, em entrevista.

O sorriso quase que constante no rosto evidencia a euforia de Julio César. Realmente como se fosse um garoto em início de carreira. Aos 33 anos e com duas Copas do Mundo na bagagem (uma como reserva, em 2006, e outra como titular, em 2010), ele vê esse retorno como a chance de recomeçar a sua história com a camisa 1 da Seleção. E muito provavelmente será ele o titular desse primeiro amistoso da nova era Felipão no Brasil, quarta-feira, contra a Inglaterra, em Wembley (Diego Alves, do Valencia, é o outro convocado).

- A partir do momento que fui convocado, entendo que tenho a chance de seguir com o meu sonho de ser campeão do mundo. Aí você realmente volta a ser criança, a imaginar um monte de coisas. A menos de um ano e cinco meses da Copa do Mundo, depois de uma saída conturbada do Inter de Milão e uma transferência contestada para o QPR, eu voltei e fico muito, mas muito feliz mesmo - comentou o goleiro.

Provocando-se como se fossem duas crianças, arremessando bolas de papel e fazendo "palhaçadas" um para o outro enquanto eram entrevistados, David Luiz e Julio César mostraram entrosamento que pode ser refletido dentro de campo.

- Nós somos brasileiros e temos a natureza de receber as pessoas de uma forma diferente de outras culturas que temos pelo mundo. Passei por alguns países e nada se parece com o brasileiro. O Julio César quando acertou com o QPR muitos criticaram a escolha dele para um nível de time diferente do que as pessoas estavam acostumadas a vê-lo. Mas foi uma nova aposta que ele teve na carreira, está dando resultado e ele conseguiu voltar para a Seleção - completou o zagueiro dos Blues.

Depois de quase um ano longe da seleção brasileira, Julio César recuperou a confiança que havia perdido anteriormente. E promete não dar espaço para outros goleiros.

- É bom voltar. Acreditei no meu trabalho - finalizou o goleiro.

Fonte: GloboEsporte