De olho no mundial, Galo mostra bom futebol e vence Internacional no Horto

Vitória por 2 a 1 leva time de Cuca para a sexta posição, com 52 pontos. Gaúchos terminam a 34ª rodada no 11º posto, com 45

O Atlético-MG fez valer a força do time no Independência, venceu o Internacional por 2 a 1 e segue firme com a preparação para a disputa do Mundial de Clubes, em dezembro, no Marrocos. Os gols de Fernandinho e Alecsandro foram reflexos de uma equipe que, mesmo sem grandes aspirações na competição, vem encarando cada jogo com seriedade para chegar na ponta dos cascos ao Marrocos.


De olho no mundial, Atl騁ico-MG mostra bom futebol e vence Inter no Horto

Em mais uma grande noite de Diego Tardelli, que comandou o time atleticano, o Galo mostrou sua velocidade característica e seu bom poder de ataque. O Inter, recheado de jogadores jovens, tentou como pôde, mas assim como as grandes estrelas do elenco colorado em 2013, deixou a desejar no Horto. O gol de pênalti marcado por D?Alessandro não foi o suficiente para dar a segunda vitória seguida aos gaúchos.

Com a vitória, o time de Cuca ganhou uma posição no Brasileiro e subiu para a sexta colocação, com 52 pontos. Os gaúchos perdem um posto e terminam a 34ª rodada no 11º lugar, com 45.

No próximo domingo, Atlético-MG e Inter voltam a campo. O Galo vai a São Paulo, onde encara a Portuguesa, às 19h30 (de Brasília), no Canindé. Já o Colorado, no mesmo horário, visita o Goiás, no Serra Dourada.

Placar magro

O jogo começou movimentado, apesar de o Inter ter entrado em campo com vários desfalques importantes, entre eles Leandro Damião, Forlán e Kléber. Comandado pelo cerebral D?Alessandro, o time de Clemer iniciou o jogo esperando as ações dos donos da casa.

E foi o que aconteceu. Com a velocidade característica, o time de Cuca chegava com perigo ao gol de Muriel, que fez duas importantes intervenções. Diego Tardelli era o mais perigoso do jogo. Com dribles e arrancadas, levava o Atlético-MG ao ataque.

Mas o árbitro Marcelo de Lima Henrique deixou o jogo nervoso. Marcou simulação de Tardelli e ainda amarelou o camisa nove do Galo. Os dois times chegaram a trocar divididas ríspidas, mas os ânimos voltaram ao normal.

O meia Guilherme sentiu fisgada na coxa direita e deixou o time do Atlético-MG para a entrada de Luan. O atacante deu mais movimentação aos comandados de Cuca. Na sequência, o Galo foi premiado com o gol em boa jogada de Fernandinho. O atacante dividiu com Jackson, ganhou a jogada e soltou a bomba, sem chances para Muriel.

Mais dois gols e vitória do Galo

O jogo continuou com o mesmo ritmo, com o Galo sendo superior e pressionando o tempo todo. Vendo isso, Clemer resolveu mudar e colocou Rafael Moura no lugar do apagado Caio, e Alex no lugar de Cláudio Winck. O objetivo do treinador do Inter era segurar mais a bola no ataque, já que os gaúchos não conseguiam sair do campo de defesa.

Mas antes mesmo de saber se as mudanças surtiriam efeito, o time colorado conseguiu o gol. Otavio foi lançado dentro da área, e Marcos Rocha cometeu pênalti. D?Alessandro cobrou no alto. Giovanni acertou o canto, mas a bola morreu no fundo do barbante.

Porém, o empate não durou muito. Logo no ataque seguinte ao gol colorado, Alecsandro matou no peito e, da entrada da área, soltou a bomba rasteira. Galo de novo na frente, com justiça.

O técnico Cuca ainda chegou a trocar Luan por Dátolo, que voltou ao time após dois meses se recuperando de estiramento na panturrilha esquerda. Outra alteração foi a saída de Marcos Rocha, já amarelado, para a entrada de Carlos César. No último lance, depois de cobrança de escanteio, o Inter quase marcou. Porém, Giovanni fez grande defesa em chute de Rafael Moura para assegurar a vitória atleticana.

Fonte: GloboEsporte.com