De olho em recorde mundial, austríaco quer saltar de 36 mil metros

De olho em recorde mundial, austríaco quer saltar de 36 mil metros

O objetivo é entrar para o Livro dos Recordes como o primeiro homem a quebrar a barreira do som em queda livre

Após uma tentativa frustrada na última terça-feira, o austríaco Felix Baumgartner tentará saltar de uma altura de 36 mil metros neste domingo. O objetivo é entrar para o Livro dos Recordes como o primeiro homem a quebrar a barreira do som em queda livre. O principal obstáculo que ele precisa superar é a condição climática, visto que a primeira tentativa foi cancelada por excesso de vento. "É exatamente o contrário: eu vou estar ainda mais próximo da Terra. Queremos ultrapassar um pouco mais os limites da humanidade", revelou Baumgartner, pelo Twitter, ao ser questionado sobre o fato de sentir medo em seu novo desafio.

Aos 43 anos, o atleta será lançado de uma cápsula de 180 metros de altura, com um tecido que cobre uma área de 16 hectares, e que está instalada no deserto de Roswell, no estado do Novo México (EUA). O globo de hélio possui 0,002 cm de espessura e todos os trabalhadores que manipulam o equipamento são obrigados a usar luvas para não danificá-lo.


De olho no recorde mundial, austríaco tenta salto estratosférico neste domingo

"Todos os dias recebo mensagens de incentivo de pessoas em todo o mundo. Um deles, uma pessoa de 13 anos que luta contra o câncer, disse: "A forma como eles foram em frente com este projeto me dá forças para lutar contra a minha própria batalha". Todas estas mensagens são uma grande motivação", confessou ele, que preparou uma série de exercícios para estar apto a concluir sua missão.

O currículo de Baumgartner reúne recordes como salto do prédio mais alto da América Latina, na Cidade do México, um salto de um arranha-céu em Taiwan, e da ponte mais alta do mundo, no Viaduto de Millau, no sudoeste da França.

Ansioso para o maior desafio de sua vida, Baumgartner passou os últimos dias ao lado da família. "Eu sei que minha família e amigos ficarão mais felizes quando eu voltar à Terra em segurança. Agora só estou esperando o momento exato", finalizou.

Fonte: UOL