De virada, Botafogo derruba "invicto" Flamengo e reduz a distância para líder Cruzeiro; 2 a 1

De virada, Botafogo derruba "invicto" Flamengo e reduz a distância para líder Cruzeiro; 2 a 1

Foi o segundo triunfo consecutivo do Botafogo, que não vencia os rubro-negros havia 13 anos

A boa fase está realmente de volta ao Botafogo. Neste domingo, contra o Flamengo no Maracanã, a equipe do treinador Oswaldo de Oliveira venceu de virada por 2 a 1 e reduziu a distância para o líder Cruzeiro, derrotado em clássico mineiro que ocorreu mais cedo. Os gols foram marcados pelo jovem Gegê e por Rafael Marques, de ótima atuação. De quebra, deram a Jayme Almeida a primeira derrota no comando do Fla desde a saída de Mano Menezes.

Foi o segundo triunfo consecutivo do Botafogo, que não vencia os rubro-negros havia 13 anos em jogos do Campeonato Brasileiro. Na última quarta, o time de Oswaldo de Oliveira já tinha superado o Náutico, e assim sobe na tabela. Novamente vice-líder, o time botafoguense chegou a 49 pontos - dez do líder Cruzeiro a dez jogos do fim da competição.

Sem Lodeiro e Elias, Oswaldo de Oliveira mais uma vez apostou em uma cria da casa e não se arrependeu. Surpresa na escalação do treinador, o meia Gegê fez ótimo primeiro tempo e deu início à virada do Botafogo, que parece ter recuperado sua melhor forma definitivamente. Foi o segundo triunfo consecutivo depois de uma sequência difícil na competição.

Contra um Flamengo que manteve sua espinha dorsal dos últimos jogos, o Botafogo saiu em desvantagem em movimentado clássico já desde o início no Maracanã. Com 13min, o Fla fez linha de passe na área botafoguense e abriu o marcador depois de bola ajeitada por Wallace para o gol de Hernane.

O Botafogo, que vinha bem na partida principalmente com chutes de Rafael Marques, encontrou o empate aos 42min do segundo tempo. Seedorf iniciou a jogada pela esquerda, recebeu de volta e passou para Gegê: dentro da área, o meia canhoto fintou Wallace, chutou de pé esquerdo e marcou pelo segundo jogo seguido com a camisa alvinegra.

Depois do intervalo, o Botafogo mostrou mais eficácia para virar o marcador em bonita jogada. Da esquerda, Júlio César acertou cruzamento, Rafael Marques voou na bola e empurrou com o bico da chuteira para vencer Felipe aos 18min do segundo tempo.

Com vantagem, o Botafogo usou o banco de reservas para renovar o fôlego do ataque, primeiro com Henrique e Dedé, depois com Hyuri. Já o Flamengo se lançou à frente com Luiz Antônio e principalmente Bruninho. As duas melhores chances, porém, foram de Elias: na primeira, ele puxou contra-ataque e recebeu de Hernane, mas a bola foi longa. Na segunda, apareceu de surpresa no meio da zaga e cabeceou para grande defesa de Renan.

Fonte: Terra, www.terra.com.br