De virada e com reservas, Santos marca 3 a 2 no CE

De virada e com reservas, Santos marca 3 a 2 no CE

O time cearense está cada vez mais perto de ser rebaixado.

Em um duelo eletrizante, a equipe reserva do Santos conseguiu vencer o Ceará de virada por 3 a 2 com um gol que saiu segundos depois dos donos da casa perderem um pênalti. O resultado mantém a equipe da Vila em posição confortável na tabela e faz a equipe do Nordeste ver o fantasma do rebaixamento em cores cada vez mais fortes.

Empolgado pelo ótimo público no Presidente Vargas, os cearenses tentaram impor uma pressão inicial aos visitantes, mas esbarraram no nervosismo da necessidade de vencer a partida. Sem nenhuma motivação no campeonato, os santistas começaram bem e conseguiram neutralizar o adversário.

Depois de assustar Fernando Henrique em um chute de longa distância, o alvinegro praiano abriu o marcador em cobrança de escanteio que o zagueiro Bruno Aguiar desviou na pequena área para o fundo do gol aos 10 minutos.

Mas ao invés de animar de vez, o gol fez o time recuar e afrouxar a marcação. Foi quando a falta de entrosamento começou a aparecer e o Santos não conseguia encaixar mais um bom ataque e sofria na defesa, especialmente nas costas do lateral-direito Leandro Silva.

E foi justamente em uma bola enfiada pela direita que Bruno Aguiar puxou Osvaldo pelo braço e cometeu pênalti para o Ceará. Na cobrança, Felipe Azavedo apenas deslocou Aranha e empatou o jogo, aos 24.

O gol animou de vez o Ceará, que encurralou o rival no campo de defesa e voltou a assustar em lances de velocidade. Aos 35, Eusébio recebeu boa bola pela direita e cruzou rasteiro para Osvaldo completar meio sem querer e determinar a virada dos dons da casa. Sem forças para reagir, o Santos apenas tocou a bola esperando o fim do primeiro tempo.

Na volta do intervalo o panorama não mudou. Os cearenses apostavam na velocidade de Osvaldo para tentar o terceiro gol e os santistas continuavam em marcha lenta. Foi quando Bruno Aguiar mais uma vez apareceu. Aos cinco, em cobrança de falta indefensável, o zagueiro colocou a bola no ângulo e empatou novamente.

A igualdade deixou o jogo aberto e emocionante. Precisando desesperadamente dos três pontos, o Ceará partiu para cima desordenadamente e abriu espaços para os contra-ataques. A falta de calma e qualidade impediu que a equipe voltasse à liderança do placar.

Foi quando o lance que definiu a partida surgiu. O árbitro marcou pênalti de Ibson em Osvaldo. Na cobrança, Aranha defendeu o arremate de Marcelo Nicácio. No mesmo lance, o Santos saiu em contra-ataque e Diogo foi lançado. O camisa 9 esperou a bola pingar e acertou uma bomba de trivela, marcando um golaço 25 segundos depois da defesa de Aranha.

O jogo então entrou em ritmo alucinado e com um Santos recuado pronto para dar o bote definitivo diante de um Ceará que vê a Série B cada vez mais próxima. O goleiro Aranha ainda teve que fazer um milagre em chute de Washington nos minutos finais para garantir o triunfo.

Na próxima rodada o Ceará joga mais uma vez no Presidente Vargas e recebe o líder Corinthians na quarta-feira, às 21h50. No dia seguinte, será a vez do Santos receber o Atlético-GO na Vila Belmiro às 20h30.

Fonte: UOL