Decepção: Seleção brasileira sub-20 joga mal, é derrotada pelo Peru e está fora do torneio

Decepção: Seleção brasileira sub-20 joga mal, é derrotada pelo Peru e está fora do torneio

Atual tricampeã, equipe canarinho volta a ter atuação ruim, sofre dois gols dos rivais e não disputa o Mundial, algo que não acontece desde 1979

Atual tricampeão do Sul-Americano sub-20, o Brasil encerrou a sua participação na competição, disputada na Argentina, de forma melancólica. Nesta sexta-feira, no Estádio Bicentenário, em San Juan, o time foi derrotado por 2 a 0 pelo Peru e acabou eliminado do torneio, ficando fora também do Mundial da categoria, que será disputado na Turquia, em junho. Os gols da vitória peruana foram marcados por Reyna, em posição duvidosa, e Flores.

O grupo comandado por Emerson Ávila não repetiu o desempenho da equipe de Neymar, Lucas & cia. em 2011, no Peru. Para piorar, essa foi apenas a segunda vez que o time canarinho ficou fora da fase final do torneio. Em 1971, também foi eliminado de forma precoce. Além disso, há 34 anos, a equipe não deixava escapar a vaga no Mundial sub-20. A última vez foi em 1979.

Antes da penúltima rodada do Grupo B, o presidente da CBF, José Maria Marin, já havia definido o sentimento caso a queda fosse concretizada, o que ocorreu nesta sexta-feira.

- Pelo trabalho realizado, pelo papel que o Brasil tem no cenário mundial nas categorias de base, pelas conquistas do passado, confesso que seria uma grande decepção para todos nós. Não escondo isso - disse o dirigente, em passagem por San Juan, na Argentina, na última quarta-feira.

Com a derrota, o Brasil acabou a primeira fase do torneio na penúltima colocação do Grupo B, com apenas quatro pontos. Uruguai, Equador e Peru avançaram para o hexagonal final. Na outra chave, os classificados foram Chile, Paraguai e Colômbia. A última fase do Sul-Americano sub-20 começará a ser disputada no domingo.

Peru marca na etapa inicial e joga pressão para o Brasil

O jogo começou parelho, com as duas equipes se estudando, principalmente por conta do risco de uma eliminação precoce no Sul-Americano. A primeira chance clara de gol foi do Peru. E graças a uma bobeada do volante Misael. O jogador foi desarmado por Gómez, que invadiu a área com a bola dominada. O atacante percebeu a saída de Luiz Gustavo, mas chutou para fora.

O Brasil respondeu aos 11. Rafinha lançou para Felipe Anderson no bico da grande área. O meia do Santos dominou e soltou a bomba. A bola bateu na rede pelo lado de fora. Mas o que parecia ser uma pressão inicial do Brasil parou por aí. O Peru foi quem assustou de novo. Aos 13, Gómez ficou cara a cara com Luiz Gustavo, que salvou o time canarinho.

Os dois lances de perigo foram um prenúncio do que poderia acontecer por conta do posicionamento equivocado da defesa. Tanto que a terceira oportunidade do Peru acabou na rede da seleção brasileira. Aos 23, Reyna recebeu completamente livre no meio de campo, invadiu a área e tocou na saída do arqueiro. O Brasil pediu impedimento, mas nada adiantou. O gol mexeu com a equipe, que com o resultado se despedia do torneio.

O Brasil se abateu de vez. Emerson Ávila não parava de reclamar de Felipe Anderson, que não conseguia criar os lances. O Brasil assustava pouco o gol de Campos, que segurava o jogo o quanto podia, principalmente em cobranças de tiro de meta e faltas próximas à área peruana.


Decepção: Seleção brasileira sub-20 joga mal, perde para o Peru e está fora do torneio

Brasil volta com duas alterações, sobe de produção, mas acaba eliminado

Irritado com o desempenho da equipe na etapa inicial, Emerson Ávila queimou logo duas substituições no intervalo. Entraram Adryan e Mattheus, ambos do Flamengo, e saíram Leandro e Felipe Anderson. O time passou a ter mais posse de bola no início do segundo tempo, preocupando a defesa peruana.

Mas a pressão inicial deu lugar ao nervosismo. E o Brasil voltou a cair de produção. Aos 15 minutos, o Peru quase marcou o segundo. Em ótima jogada em velocidade, Benavente deu um corte no lateral Mansur e bateu colocado. A bola bateu na trave e sobrou para Flores, que voltou a finalizar. Dória salvou em cima da linha.

Enquanto a Seleção não tinha organização para chegar ao gol, levantando bolas na área, o Peru atuava nos contra-ataques, buscando um lance para matar a partida e selar de vez a classificação para a próxima fase do torneio. Aos 46, o golpe de misericórdia. Benavente dominou na entrada da área e bateu colocado. A bola explodiu no travessão e sobrou para Flores, que empurrou para a rede: 2 a 0.

Fonte: Globo Esporte