Deivid comemora fim do jejum de gols pelo Flamengo: "A porteira abriu"

Depois de quatro jogos em branco, atacante estava ansioso para marcar

O empate não era o resultado esperado, mas o Fla-Flu do último domingo foi marcante para o atacante Deivid. Depois de passar em branco contra Santos, São Paulo, Vitória e Prudente, o camisa 99 do Flamengo finalmente balançou a rede pelo clube de seu coração. Deivid saiu do Engenhão aliviado.

- Eu fui contratado para fazer gols e a cobrança aumentava a cada rodada. Mas eu nunca perdi a confiança e sabia que o primeiro gol era questão de tempo. Mas agora a porteira abriu. Espero balançar as redes muitas outras vezes e ajudar o Flamengo a subir cada vez mais na classificação do Brasileirão - disse o atacante, através de sua assessoria de imprensa.

Com o gol deste domingo no Engenhão, Deivid ampliou sua marca pessoal diante do Fluminense, balançando as redes nos três últimos confrontos com o Tricolor. Nas duas oportunidades anteriores, quando ainda jogava pelo Santos, o atacante fez dois gols na goleada por 5 a 0 pelo returno do Campeonato Brasileiro de 2004, e outro no empate em 1 a 1 no primeiro turno da competição de 2005, pouco antes de seguir para o futebol europeu. A alegria de Deivid só não foi maior porque o Flamengo não saiu de campo com uma vitória que mudaria bastante o clima de instabilidade no clube.

- Lutamos muito, virando o placar diante de uma equipe forte. Mas o jogo foi muito bem disputado, qualquer um poderia sair de campo com os três pontos. No fim das contas, o empate acabou sendo justo pelo que os dois times fizeram ao longo dos 90 minutos - analisou.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com