Delegado e policiais são processados por agredirem torcedores do Nacional

Os incidentes aconteceram no departamento de Rocha, no leste do Uruguai,

Um delegado e outros 11 policiais uruguaios foram processados após agredirem torcedores do Nacional de Medellín, da Colômbia, que haviam chegado ao Uruguai para assistir à partida da última terça-feira da equipe contra o Nacional, pela Copa Libertadores, informaram fontes oficiais nesta quarta-feira.



Além disso, dois torcedores colombianos que roubaram um rádio de comunicação e um colete à prova de balas de uma delegacia também foram processados, afirmaram policiais.

Os incidentes aconteceram no departamento de Rocha, no leste do Uruguai, onde os torcedores do time campeão colombiano chegaram de ônibus após passarem pelo Brasil.

Comerciantes da fronteira denunciaram o roubo de mercadorias, e a polícia deteve dez colombianos.

Houve confronto durante a operação policial, e os agentes bateram nos torcedores do Nacional de Medellín. A justiça uruguaia foi informada sobre o ocorrido, e a juíza atuante no caso ordenou a abertura de processo contra os 12 policiais por "crime de abuso de funções" e de "lesões pessoais".

O Nacional de Medellín venceu ontem à noite o "xará" uruguaio por 1 a 0 em partida pelo grupo 6 da Libertadores, o mesmo do Grêmio, e deu um importante passo para chegar às oitavas de final.

Fonte: ESPN