Dentinho e Wagner Love tomam o papel principal

Dentinho e Wagner Love tomam o papel principal

Rendimento de ambos, por Corinthians e Flamengo, respectivamente, é superior ao de Ronaldo e Adriano

Quando ficou definido que Corinthians e Flamengo se enfrentariam nas oitavas de final da Libertadores, automaticamente começaram os comentários sobre o duelo dos craques Ronaldo e Adriano. Só que ao lado de cada um deles havia personagens tão (ou mais) importantes na temporada: Dentinho e Vagner Love.

Os dois são os artilheiros de suas equipes em 2010, superando as duas estrelas, cercadas de atenção especial. Até aqui, o camisa 17 do Timão fez 21 jogos, marcando oito gols (seis no Paulistão e dois na Libertadores). O camisa 9 do Fla tem o mesmo número de partidas, mas tem 17 gols (15 no Carioca e dois no torneio sul-americano).

Perto do Fenômeno, Dentinho é que pode ser considerado fenomenal nesta temporada. Além de ser mais decisivo atualmente, a falta de mobilidade de Ronaldo fica ainda mais evidente perto da velocidade do jovem atacante, de 21 anos. Mas o corintiano não acha ruim as atenções ficarem todas em cima do craque do time.

O Fenômeno fez 15 jogos em 2010 e anotou apenas cinco gols. Em 2009, no mesmo número de jogos, ele já tinha balançado as redes em dez oportunidades.

Do lado rubro-negro, o desempenho de Vagner Love também é superior ao da estrela Adriano. Em 13 partidas, o Imperador foi às redes 13 vezes, contra 17 do companheiro. Ciente da sua importância, Love parece não gostar muito de ser chamado de coadjuvante. Até por não concordar.

- Deixa os dois brigarem entre eles. Sei da minha importância também. Falam de Adriano e Ronaldo, mas primeiro vem Flamengo e Corinthians. Espero brilhar nesta partida.

Como venceu o primeiro duelo, no Maracanã, por 1 a 0, o Flamengo entra em campo nesta quarta com a vantagem do empate. Ou então podendo até perder por um gol de diferença desde que balance as redes. O Corinthians necessita de um triunfo por dois gols de diferença para avançar às quartas de final ou por 1 a 0 para decidir a vaga nos pênaltis.

Fonte: Globo Esporte