Depois de estreia no Corinthians, Ronaldo avisa que é só o começo de nova jornada

A ansiedade de Ronaldo momentos antes de entrar em campo era evidente

A ansiedade de Ronaldo momentos antes de entrar em campo pela primeira vez com a camisa do Corinthians era evidente. Inquieto, o atacante acompanhou atentamente todos os lances da partida contra o Itumbiara. Torceu, orientou, vibrou? De volta e confiante, o camisa 9 avisa que isso foi apenas o começo da uma nova jornada.

- Sofri muito no ano que passou. Pensei muito se voltaria ou não a jogar, até vir para o Corinthians. Mas isso é só o início, não para por aqui ? disse Ronaldo, durante entrevista exclusiva à TV Globo, logo após a vitória por 2 a 0 sobre o time goiano.

Passado o tão esperado debute do Fenômeno, que atuou 27 minutos na partida válida pela Copa do Brasil, a nova expectativa é de saber se o atacante estará de titular no clássico do próximo domingo, contra o Palmeiras, em Presidente Prudente.

- A partir de agora são jogos de quarta e domingo. Temos de nos programar para que eu possa estar na maioria dos jogos, mas isso não será possível ? acrescentou.

Antes de atuar na partida do Timão com o Itumbiara, o último duelo oficial de Ronaldo aconteceu no dia 13 de fevereiro do ano passado, na Itália, em jogo do Milan contra o Livorno. De lá para cá, o camisa 9 fez um desgastante processo de recuperação de cirurgia no joelho esquerdo e conseguiu provar que pode jogar novamente.

Tamanha dedicação é elogiada pelos companheiros de clube e também por comissão técnica e diretoria. Ao falar do início da sua segunda volta por cima (antes da Copa do Mundo de 2002 ele também sofreu grave lesão, só que no joelho direito), o atacante do Corinthians se emociona e fala com orgulho do apoio da equipe paulista.

- É tudo muito misturado. A sensação de estar em campo novamente foi emocionante. Não vejo a hora de retribuir o carinho dessa torcida do Corinthians e também de todos os brasileiros que torcem por mim ? finalizou Ronaldo.

Nesta quinta-feira, por ter jogado menos de 45 minutos, o Fenômeno treinará normalmente com o restante do elenco que se encontra em mesma situação. Os que jogaram 45 minutos ou mais terão dia de recuperação.

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com