Diego pede R$ 1 milhão; Santos se "assusta" e oferece R$ 600 mil

Diego pede R$ 1 milhão; Santos se "assusta" e oferece R$ 600 mil

O Santos negocia com o meia há mais de um mês e, inclusive, já ofereceu ao jogador uma proposta salarial.

Não foi por acaso que o presidente do Santos, Odílio Rodrigues, revelou que o clube está pensando na volta do meia Diego, campeão brasileiro pelo Santos em 2002, que encerrou a fila de 18 anos do clube sem uma conquista de expressão, e que pertence ao Wolfsburg, da Alemanha.

O Santos negocia com o meia há mais de um mês e, inclusive, já ofereceu ao jogador uma proposta salarial. Diego pediu R$ 1 milhão de ordenado, mas a diretoria santista já fez uma contraproposta e ofereceu cerca de R$ 600 mil, valor que ainda é considerado acima das condições financeiras do clube por parte da cúpula.

Se não bastasse, o Menino da Vila tem contrato com o clube alemão até o meio do próximo ano. Desta forma, o Santos terá que indenizar o Wolfsburg se quiser contar com o atleta já para o inicio da próxima temporada.

A diretoria santista também assustou com a pedida do clube alemão, que exige 4 milhões de euros (aproximadamente R$ 13 milhões) para liberá-lo antes do término do contrato. O montante é considerado muito alto e não será pago pelo Santos, que pretende reduzir o valor pela metade.

Diego pretende voltar ao futebol brasileiro e prioriza o Santos. Apesar de não figurar nas convocações de Luiz Felipe Scolari e nem de Mano Menezes, o meia ainda sonha em disputar a Copa do Mundo no Brasil de 2014, e acredita que pode chamar mais a atenção de Felipão jogando em seu país.

Robinho, seu ex-companheiro de Santos, garantiu vaga na Copa de 2010 ao deixar o Manchester City, da Inglaterra, para defender o time da Vila Belmiro por empréstimo de seis meses.

"A gente tem interesse no Diego. Ele tem um contrato muito bom. O Wolfsburg não solta antes do fim do contrato, só solta por dinheiro. É um jogador que tem uma história no Santos, e o Santos gostaria muito que um dia ele voltasse para cá", afirmou o presidente Odílio Rodrigues na última reunião do Conselho Deliberativo do Santos neste ano.

"A gente está trabalhando com a possibilidade de umas três contratações. Depende das condições de cada uma. Mas podem ser quatro, duas...", completou.

Além de Diego, o Santos ainda tenta a contratação de mais dois jogadores de expressão ? Leandro Damião, do Internacional, e Vargas, que pertence ao Napoli, da Itália, e está emprestado ao Grêmio.

Fonte: UOL