Diretoria da Lusa marca reunião para definir futuro de Benazzi

O treinador já havia sido muito contestado pela torcida após a derrota para o Ituano

Mais uma vez, o técnico Vagner Benazzi está com a ""corda no pescoço"" no comando da Portuguesa. O treinador foi considerado o culpado pela derrota por 1 a 0 para o Fluminense nesta quarta-feira, pela Copa do Brasil, e tem a permanência no cargo ameaçada. Por isso, a diretoria rubro-verde deve se reunir nesta quinta-feira para definir a situação.

O treinador já havia sido muito contestado pela torcida após a derrota para o Ituano, na última rodada do Campeonato Paulista, quando a equipe ainda tinha chances de classificação. Nesta quarta-feira, se resumiu a dizer: "Se eu vou ficar ou não, é problema da diretoria".

Enquanto um grupo de torcedores lusitanos protestava na frente do vestiário, o vice-presidente de futebol, Luís Iaúca, não escondeu a insatisfação ao deixar o local. "Nós sabemos que não jogamos nada", afirmou o dirigente, que também se mostrou incomodado com a postura sempre crítica de grande da ""massa"" rubro-verde.

"Agora tem que falar para eles lá em cima que 2 a 0 é ""nosso"" no jogo de volta e que 1 a 0 leva para os pênaltis", disse, em referência aos placares que interessam à equipe para o duelo no Maracanã, no próximo dia 22. O presidente Manuel da Lupa não comentou a situação da equipe ao deixar o vestiário.

Fonte: Terra/Redação