Diretoria do Palmeiras promete pagar atrasados

Diretoria do Palmeiras promete pagar atrasados

Nova diretoria assume promessa: pagar atrasados do Palmeiras

Ao assumir o cargo de Luiz Gonzaga Belluzzo por 45 dias, o presidente em exercício do Palmeiras, Salvador Hugo Palaia, enfrenta um incômodo problema: as dívidas do clube junto ao elenco profissional. O conselho gestor formado pelo novo mandatário promete, todavia, encerrar os débitos - problemas com luvas, direitos de imagem e até o caso do meia Lincoln - em breve.

"O assunto foi discutido em nossa primeira reunião (nesta terça-feira). A gente vai tomar providências para tentar equacionar rapidamente. Queremos pagar um dos direitos de imagem nesta semana e, quem sabe, outro na semana que vem", disse José Cyrillo Junior, que assume o departamento administrativo.

No treino desta terça-feira, o volante Marcos Assunção, único integrante do elenco a conversar com a imprensa, comentou o momento turbulento dos bastidores do Palmeiras e falou até em cobrar os novos dirigentes. Primeiro, porém, ele garantiu que o time iria se concentrar em vencer o Internacional, na Arena Barueri.

Para evitar um clima de insatisfação entre os atletas, a gestão de Salvador Hugo Palaia planeja cuidar das finanças do clube com carinho. O substituto de Belluzzo já trabalha para criar uma comissão orçamentária e citou até a chance de estabelecer uma auditoria para analisar o que vinha sendo feito no Palestra Itália.

Aliás, a ideia do novo conselho gestor do Palmeiras é trabalhar com pulso firme. Dirigente escolhido para ficar mais próximo do elenco, Wladimir Pescarmona é conhecido entre os colegas pelo estilo sério e, em alguns momentos, severo.

"Ele é um trabalhador, um cara muito dedicado, disciplinador, duro em todas as situações. As coisas andavam meio soltas no departamento de futebol. Ele vai colocar tudo em ordem", avisou José Cyrillo Junior.

Fonte: Terra, www.terra.com.br