Dirigente do Palmeiras, Salvador, diz que Ronaldinho foi "sacana"

Dirigente do Palmeiras, Salvador, diz que Ronaldinho foi "sacana"

Depois do Grêmio, clube paulista desistiu da negociação com jogador no domingo (9)

Depois de o Palmeiras divulgar nota desistindo do negócio com Ronaldinho no domingo (9), o vice-presidente de futebol do clube, Salvador Hugo Palaia, demonstrou toda a sua indignação pela maneira como as tratativas foram conduzidas.

Em entrevista no domingo para a Rádio Guaíba, o dirigente afirmou ?que Ronaldinho foi sacana em todos os pontos?.

- O que ele fez com Grêmio e Palmeiras não se faz.

Palaia parabenizou a direção do Grêmio e a torcida tricolor na postura demonstrada durante as negociações.

- Parabéns ao [presidente] Paulo Odone. Estou do lado dele. Parabenizo a torcida do Grêmio. Precisamos moralizar esse tipo de coisa. A única maneira de Ronaldinho ser perdoado pela grande torcida, que merece todo o meu respeito, era voltar. Voltar até por um valor menor que o oferecido por outros clubes.

O dirigente aproveitou para disparar contra Assis, empresário do jogador, e lembrou que Ronaldinho só não permaneceu no Milan porque não apresenta o mesmo futebol de antes.

- Nem com caneta Bic eu assinaria o contrato com este jogador, principalmente tendo um representante como o irmão dele, que está fazendo leilão com um jogador e desrespeitando o Grêmio principalmente. Ele tem que entender que quando um jogador sai da Itália é porque não interessa mais lá, é um refugo.

Depois do fracasso das negociações com o time paulista, Palaia contou que seu grande desejo era que Ronaldinho não conseguisse assinar com qualquer clube do Brasil.

- Vou falar a pura verdade. É evidente que a minha vontade é de que todos os outros clube que estiveram ou estejam interessados nesse jogador fechem as portas, para ver onde ele iria. É um mau exemplo. Ele tinha que tirar o turbantinho que prende aqueles cabelos e botar a coroa da Rainha da Inglaterra.

Fonte: R7, www.r7.com