Dirigente do Roma se irrita e dá ultimato para Adriano Imperador

Dirigente do Roma se irrita e dá ultimato para Adriano Imperador

Era para Adriano ter embarcado no domingo

Os dias de Adriano parecem contados no Roma. Gianpaolo Montali, dirigente do clube italiano, demonstrou insatisfação com a ausência do atacante e deu ultimato: ou ele embarca nesta quarta-feira (hoje) ou fica sob risco de ter o contrato rescindido. A informação é do jornal Corriere dello Sport.

- Ele vai hoje. Está marcado para hoje, o voo de volta - disse o empresário Gilmar Rinaldi, que chegou a anunciar a ida do Imperador na noite de domingo em seu twitter e foi surpreendido pelo cancelamento.

Era para Adriano ter embarcado no domingo. Não foi. Na terça-feira, chegou a ir ao aeroporto Antônio Carlos Jobim, na Ilha do Governador, mas não viajou por causa do tempo de conexão em Lisboa.

Operado no ombro direito, Adriano está no Brasil para se recuperar. Nesse tempo, ele foi visto com copo de chope, teve a carteira de habilitação apreendida em blitz da Lei Seca e promoveu baita farra pelo seu aniversário. Os dirigentes do Roma não aprovaram o comportamento do jogador.

Desde que foi contratado pela Roma, em junho do ano passado, Adriano esteve em campo por 354 minutos, o que corresponde a menos de quatro partidas completas. Não marcou nenhum gol.

Fonte: Extra, extra.globo.com