Dirigente palmeirense: " por mim, o jogo com o Flu seria W.O."

Dirigente palmeirense: " por mim, o jogo com o Flu seria W.O."

Após vexame, Kleber diz que time já deveria sair de férias

Eliminado da Copa Sul-Americana, o Palmeiras terá de controlar a revolta da torcida nos próximos dias. Na saída do Pacaembu, após a derrota desta quarta-feira para o Goiás por 2 a 1, o recado dos fãs mais exaltados era claro: não seria tolerada uma vitória contra o Fluminense no domingo para beneficiar o rival Corinthians na luta pelo título do Campeonato Brasileiro.

A propósito, a partida contra o adversário carioca já é assunto no Palestra Itália desde segunda-feira. E, nos próximos dias, a tendência é aumentar a polêmica, sobretudo pelas recentes declarações vindas da diretoria palmeirense.

"Por mim, o time nem entrava em campo, a gente dava W.O. (iniciais de walkover, em inglês, que é a atribuição quando o adversário não pode competir)", admitiu o diretor de futebol alviverde, Wlademir Pescarmona.

Abatidas com o fracasso na Copa Sul-Americana, as principais estrelas do Palmeiras externaram total falta de motivação para enfrentar o Fluminense. Para o atacante Kleber, já é a hora de o clube pensar na temporada 2011.

"Em minha opinião, sinceramente, seria o momento de dar férias ao elenco, acho importante o pessoal esfriar a cabeça, sair um pouco daqui. Agora, nós somos profissionais, vamos esperar a decisão da diretoria e da comissão técnica", comentou o atacante Kleber.

Nitidamente abalado pelo resultado no Pacaembu, o técnico Luiz Felipe Scolari preferiu se esquivar sobre a escalação palmeirense no domingo. Em contrapartida, também deixou claro que o resultado do próximo jogo não lhe tira o sono.

"Eu vou decidir, ver a partir de amanhã (quinta). Para mim, o jogo não é um problema, quem deve ficar preocupação são aqueles que estão lá em cima. O meu problema é estar em baixo na classificação", disse.

Fonte: Terra, www.terra.com.br