Dizimado, Corinthians enfrenta problema que derruba líderes

Paulo André será titular contra Avaí, fez dois jogos nos últimos 10 meses



Julio Cesar, Alessandro, Chicão e Liedson. Quatro dos onze titulares ideais do técnico Tite serão desfalques do Corinthians no domingo, contra o Avaí, na Ressacada. Jogar sem tantos nomes importantes pelo segundo jogo consecutivo é algo novo para os alvinegros, líderes absolutos do Campeonato Brasileiro 2011. Em situações similares, São Paulo, Flamengo e Palmeiras já se deram mal na competição.

As únicas três derrotas do São Paulo ocorreram quando o time jogou sem quatro ou cinco titulares: contra o Corinthians (goleada por 5 x 0), Botafogo e Flamengo. Nos três jogos, o então treinador Paulo César Carpegiani não pontuou e acabou demitido. Sem tantos desfalques, o time tricolor se reergueu na Série A.

Na única ocasião em que jogou sem quatro de seus titulares, o Flamengo também não conseguiu vencer. Foi há uma semana, contra o Ceará, e o time carioca apenas empatou dentro de casa. Em 12 rodadas, Luiz Felipe Scolari não chegou a ter quatro desfalques na equipe principal. Mas, quando ficou sem três titulares, o Palmeiras também vacilou. Perdeu para o Ceará e empatou com o América-MG. A exceção foi a vitória por 3 a 0 contra o Santos.

Tite deve recorrer a Renan, Weldinho, Paulo André e Emerson para suprir as perdas - Wallace, que seria o substituto ideal da zaga, também não foi relacionado. O treinador espera encontrar novas soluções.

"O Tinga surgiu assim no Grêmio. Eu olhava no treino, ele fazendo tudo bem feito. Fazia jogo treino, bem feito. Botei cinco minutos e ele foi atropelando. Agora já está consagrado", explicou.

Os jogos em que Tite teve mais problemas para escalar o Corinthians foram contra Grêmio e Cruzeiro, quando não pôde utilizar três e quatro titulares, respectivamente. Coincidência ou não, diante dos cruzeirenses pintou a primeira derrota no Brasileiro 2011. E os substitutos, Renan e Emerson, influenciaram diretamente no resultado. O goleiro falhou no gol de Wallyson, enquanto o centroavante despediçou oportunidades que Liedson normalmente aproveita.

O fato novo para o Corinthians remete à campanha do Brasileiro de 2010. Líder até a 24ª rodada, a equipe de Adílson Batista degringolou justamente quando precisou lidar com desfalques. Ao longo de sete jogos, teve sempre pelo menos três titulares de fora, e somou apenas dois pontos. A sequência seria fatal para terminar o ano do Centenário sem o título nacional.

Em Florianópolis, o Corinthians deve atuar com: Renan; Weldinho, Paulo André, Leandro Castan e Fábio Santos; Paulinho e Ralf; Willian, Danilo e Jorge Henrique; Emerson. Paulo André é quem inspira mais preocupação, já que participou de apenas dois jogos nos últimos 10 meses. "Mal tivemos tempo para treinar. Jogou na nossa última partida no Paulista (contra o Santo André) e jogou muito e fez gol de cabeça", analisou Tite.

Fonte: Terra, www.terra.com.br