Duda é eleita a melhor jogadora do Mundial de handebol feminino

Duda é eleita a melhor jogadora do Mundial de handebol feminino

Duda teve grande atuação em todo o Mundial.

A Federação Internacional de Handebol divulgou a seleção do Mundial durante o intervalo da final entre Brasil e Sérvia. E Duda fez história. A armadora do Brasil foi eleita a jogadora mais valiosa (MVP) da competição, algo que qualquer jogador brasileiro nunca conseguiu. A goleira Babi, um paredão na Sérvia, integra a seleção da competição, que também tem duas jogadoras da Sérvia, uma da Coreia do Sul, outra da Dinamarca e uma da Hungria e da Alemanha. Para a festa ficar completa, a seleção verde e amarela ainda venceu as donas da casa e foi campeã mundial pela primeira vez na história.

Duda teve grande atuação em todo o Mundial. Após duas partidas apagadas contra Argélia e China, cresceu já contra a Sérvia, ainda na primeira fase, tanto no ataque quanto na defesa. Peça-chave de Morten Soubak, a armadora teve uma fase mata-mata praticamente perfeita, parando os ataques rivais e ainda aparecendo no ataque.

Já Babi, foi eleita a melhor em quadra em três dos noves jogos do Brasil. Contra a Hungria, por exemplo, em partida definida após três prorrogações, a goleira foi fundamental na vaga conquistada para as semifinais. Da Sérvia estão na seleção a armadora esquerda Sanja Damnjanovic e a pivô Dragana Cvijic. Da Alemanha, a artilheira do Mundial Susann Muller foi lembrada, como a sul coreana Sun Hee Woo, como melhor ponta direita.

CONFIRA A SELEÇÃO DO MUNDIAL

Melhor goleira: Babi Arenhart (Brasil)

Melhor central: Anita Gorbicz (Hungria)

Melhor ponta direita: Sun hee Woo (Coreia do Sul)

Melhor ponta esquerda: Maria Fisker (Dinamarca)

Melhor armadora direita: Susann Muller (Alemanha)

Melhor armadora esquerda: Sanja Damnjanovic (Sérvia)

Melhor pivô: Dragana Cvijic (Sérvia)

Melhor jogadora do Mundial: Duda Amorim (Brasil)

Fonte: Globo Esporte