Dunga: "Kaká 100% só durante a Copa"

Técnico avalia atuação do meia e do time diante do Zimbábue e afirma que é normal certo receio

Nos treinamentos e no amistoso da seleção brasileira contra o Zimbábue é visível que Kaká, principal nome do Brasil para a Copa do Mundo de 2010, está travado. Em recuperação de uma lesão muscular na coxa esquerda, o meia do Real Madrid ainda está longe de ser o que todos esperam. Dunga está ciente disso.

- O Kaká vem crescendo nos treinamentos. É que ele quer fazer as arrancadas que fazia na melhor forma, mas ainda não dá. Temos de primeiro dar a ele a dinâmica de jogo, porque a partir daí aos poucos ele vai se soltando. A tendência é ele melhorar com o tempo ? analisou o comandante da seleção brasileira.

Na vitória por 3 a 0 sobre o Zimbábue, em Harare, na última quarta-feira, Kaká atuou apenas 45 minutos, como previsto pela comissão técnica. É verdade que ele tentou algumas jogadas em velocidade, mas não teve um bom desempenho. Não à toa Julio Baptista entrou em seu lugar e deu outra dinâmica à partida.

- O atleta nesse momento está em preparação, não em competição. É por isso que na hora de uma dividida mais dura tira o pé mesmo. Esses amistosos são mais para movimentação, para trabalhar em jogo algumas coisas do treinamento. Nenhum jogador vai estar 100% nessas partidas preparatórias ? comentou Dunga.

Diante do Zimbábue, Juan foi poupado por conta do desgaste físico dos treinamentos. Já Julio Cesar deixou o gramado ainda no primeiro tempo por causa de uma pancada na região lombar das costas. Segundo o treinador do Brasil, os dois não preocupam e vão trabalhar normalmente nesta quinta-feira.

Fonte: Globo Esporte