Elano admite erro e se desculpa por agredir assistente com chute durante partida: "triste"

Elano admite erro e se desculpa por agredir assistente com chute durante partida: "triste"

Ainda em recuperação de dores musculares na coxa direita, Elano foi reserva diante do Millonarios

Ainda em recuperação de dores musculares na coxa direita, Elano foi reserva diante do Millonarios, na quinta-feira, e entrou apenas aos 16 minutos do segundo tempo da derrota por 3 a 1, que tirou o Grêmio da briga pela Copa Sul-Americana. Mesmo jogando pouco tempo, não passou despercebido. No meio do bolo de jogadores que foi contestar o pênalti marcado aos 45 minutos da etapa final, o meia surgiu e desferiu um chute em um dos assistentes, que imediatamente caiu no gramado.

- Muito triste, desculpa a todos. Errei! - escreveu o jogador, que apagou a mensagem nesta sexta-feira.

O clima de decepção e o sentimento de culpa também apareceram nas manifestações de Souza. Ao usar a rede social, o volante pediu desculpas à torcida pela eliminação e lamentou o fato de o clube fechar mais uma temporada sem títulos de expressão - o último se deu em 2001, com a Copa do Brasil.

- Estou tão triste, pois tenho a ideia de ficar aqui por muitos anos e não queria carregar em mais esses mais de dez anos sem títulos - disse o camisa 5.

Sem chance de título, o Grêmio volta as suas forças para a busca da vice-liderança do Brasileirão. Em segundo lugar, tem um ponto a mais que o Atlético-MG (66 a 65), com três rodadas a serem disputadas. Mais do que o simbolismo do vice-campeão, a colocação alçaria o time de Vanderlei Luxemburgo a uma das vagas diretas à fase de grupos da Libertadores, sem a necessidade do mata-mata preliminar.

Nesta sexta-feira, o Grêmio viaja de volta ao Brasil. Vai direto a São Paulo, onde, no domingo, enfrenta a Portuguesa, pela 36ª rodada do Brasileirão. Terá ainda pela frente o já rebaixado Figueirense, em Florianópolis, e o Inter, na última partida oficial do Estádio Olímpico antes da mudança tricolor para a Arena, sua nova casa a partir de dezembro.

Fonte: Globo Esporte