Eliminar o Corinthians na Libertadores vale quase R$ 360 mil ao elenco do Flamengo

Eliminar o Corinthians na Libertadores vale quase R$ 360 mil ao elenco do Flamengo

Diretoria estipula bicho para avançar às quartas de final

Para o torcedor do Flamengo, eliminar o Corinthians da Taça Libertadores no ano do seu centenário e fora de casa não tem preço. Para os jogadores talvez também não. Mas eles têm uma generosa recompensa para avançar de fase. A diretoria prometeu um bicho de quase R$ 360 mil para o grupo dividir em caso de classificação às quartas de final. O valor equivale a 60% da premiação que a Conmebol destina aos clubes que passam da primeira fase de mata-mata (US$ 350 mil ou R$ 605 mil). Do restante, metade fica com a comissão técnica e a outra cai diretamente nos cofres do clube. A divisão foi acertada antes da troca no comando do futebol. Porém, os jogadores receberam garantias da presidente Patrícia Amorim de que o acordo será mantido. A política de bonificações no Flamengo ganhou notoriedade na reta final do Brasileiro de 2009. A cada quatro pontos conquistados em seis disputados, o grupo tinha direito a receber R$ 60 mil. A tática das casadinhas, como ficou conhecida, deu resultado e o time terminou o ano com o título embaixo do braço. A chance de avançar à próxima fase da Libertadores e garantir o reforço na renda mensal acontece nesta quarta-feira, às 21h50m (de Brasília), no Pacaembu. Na partida de ida, o time carioca venceu por 1 a 0 e desta forma depende apenas de um empate para avançar. Até uma derrota por um gol de diferença – a partir de 2 a 1 – serve para despachar o Corinthians.

Fonte: Globo Esporte