Em 1º encontro como adversários, Neymar e Ganso evitam rivalidade

Em 1º encontro como adversários, Neymar e Ganso evitam rivalidade

pesar do clima de rivalidade, os dois deixaram de lado qualquer diferença e só trocaram afagos antes do encontro.

Paulo Henrique Ganso e Neymar entrarão em campo novamente juntos, mas pela primeira vez como adversários. Neste domingo, o meia conhecerá o vestiário de visitantes da Vila Belmiro e encontrará no gramado seu amigo, com quem cresceu junto. Apesar do clima de rivalidade que a torcida santista deve provocar na entrada de seu ex-ídolo, os dois deixaram de lado qualquer diferença e só trocaram afagos antes do encontro.

Primeiro, foi a vez de Neymar ?torcer? para o novo são-paulino Ganso ficar no banco. Propôs até uma aposta. O santista se dispôs a subir a Serra do Mar para pagar um almoço para Ganso caso saia derrotado da Vila Belmiro. A situação se inverteria caso ele fosse vencedor.

"Aposta pode rolar, estou até falando para o Ganso que, se o Santos vencer, ele vem jantar aqui e paga a conta, se não vou jantar com ele lá (São Paulo) e pago?, afirmou Neymar, para depois completar. ?O que você falou do Ganso é complicado (reserva ou titular), mas acho melhor ele não entrar, ficar no banco. Espero que domingo não possa fazer nada", brincou.

Depois, foi a vez de Paulo Henrique Ganso aceitar a aposta. Ele também usou do mesmo tipo de piada para desejar que não enfrentasse Neymar nos campos, dizendo que o camisa 11 poderia estar em alguma viagem com a seleção.

O são-paulino ainda afirmou que não sabe um segredo para parar Neymar e que não poderia aconselhar seus companheiros de zaga neste sentido. Ganso ainda revelou que tem ido visitar seus amigos que ficaram em Santos e que fala por várias vezes com Neymar.

"Eu tenho visitado a cidade de Santos e tenho conversado com o Neymar. Esses dias ele me ligou para me parabenizar pelo primeiro gol (sábado, diante do Atlético de Sorocaba) e eu dei parabéns a ele pelo chapéu (em cima de Nunes, do Botafogo-SP). Tudo sempre na brincadeira", disse.

E é neste clima de paz que os dois esperam que o jogo fique durante os 90 minutos e também fora dos campos. Neste ponto, apesar de adversários, os dois concordam sem dificuldades.

"A torcida do Santos é muito diferente, espero que possa recebê-lo com respeito por tudo o que fez. O Ganso está no São Paulo, a torcida vem torcer por nós (Santos) e vai esquecê-lo. O Ganso, tenho certeza, que não ficou nada feliz pela atitude no Morumbi e tenho certeza que a torcida do Santos vai fazer diferente", disse o craque santista.

Ganso, negociado com o São Paulo por R$ 23,9 milhões em setembro do ano passado, chegou a sofrer "chuva de moedas" em jogo pelo Campeonato Brasileiro na Vila Belmiro. O jogador ainda teve sua imagem pichada no muro do CT Rei Pelé. Mesmo assim, ele aguarda por uma ótima recepção na volta à primeira casa.

"Eu ajudei a conquistar muitos títulos lá, ao lado de grandes jogadores e acho que essa lembrança é muito boa. Por isso, espero que eu tenha uma boa recepção lá", analisou.

Fonte: UOL