Em adeus improvisado, Sheik invade coletiva e acaba causando acidente

Na saída, dirigindo o carrinho de golfe utilizado no CT, atropelou uma repórter.

Emerson Sheik foi a grande atração do Corinthians na manhã desta quarta-feira no CT Joaquim Grava. Emprestado ao Botafogo, o atacante chegou ao local enquanto os demais jogadores faziam trabalhos na academia e se despediu de ex-companheiros e funcionários.

Minutos mais tarde, enquanto o zagueiro Gil concedia entrevista coletiva na sala de imprensa, o jogador de 35 anos pegou o microfone e fez um rápido pronunciamento de despedida. Na saída, dirigindo o carrinho de golfe utilizado no CT, atropelou uma repórter.

? Rapaziada, eu e a diretoria resolvemos não falar. Acho até que a história toda no clube não permite isso. Mas quero deixar os meus agradecimentos e toda sorte aos amiguinhos. Estarei torcendo de longe. E um registro aos funcionários, por tudo o que vivemos. As vitórias, derrotas e lágrimas - disse ele, que retrucou ao ouvir de um jornalista que ele faria falta no dia a dia do clube. ? Eu também vou sentir falta de vocês... É mentira (risos).

O jogador, então, sentou no banco do motorista no carrinho de golfe usado no CT para transportar os jogadores e, na presença dos jornalistas, falou mais algumas palavras:

? Saio feliz porque o meu tempo aqui foi de vitórias e conquistas, então não tem porque sair com tristeza. O clube foi tudo na minha vida. Profissionalmente, o Corinthians foi o melhor, e todo mudo sabe disso. Saio extremamente feliz e com a certeza do dever cumprido ? finalizou.

Interrompendo a conversa que se tornaria uma entrevista coletiva, o jogador acelerou o veículo e acabou derrubando uma repórter. Ela, porém, não se machucou com gravidade. O jogador se desculpou e seguiu o seu caminho. Ele fica no Botafogo até o fim do ano.


Em adeus improvisado, Sheik invade coletiva e acaba causando acidente

Em adeus improvisado, Sheik invade coletiva e acaba causando acidente

Fonte: GloboEsporte