Em apenas três minutos Grêmio vence o Corinthians que cai para o quarto lugar

Em apenas três minutos Grêmio vence o Corinthians que cai para o quarto lugar

Nos primeiros três minutos do segundo tempo, o atacante Barcos marcou duas vezes e decretou a vitória dos donos da casa.

O Grêmio precisou de apenas três minutos para conseguir superar o Corinthians, neste domingo, por 2 a 1, na Arena em Porto Alegre, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Nos primeiros três minutos do segundo tempo, o atacante Barcos marcou duas vezes e decretou a vitória dos donos da casa. Paolo Guerrero descontou para os paulistas, mas o gol não foi suficiente para evitar a derrota de sua equipe.

Com a vitória, o Grêmio chega aos 25 pontos e agora ocupa a sétima posição do campeonato nacional. Já o Corinthians acaba sendo ultrapassado pelo São Paulo e cai para o quarto lugar, com 31 pontos.

O destaque negativo ficou por conta do atacante Paolo Guerrero. Apesar de fazer uma partida razoável e marcar o único gol do Corinthians, o peruano perdeu a cabeça no fim da partida, deu uma cabeçada em Alán Ruiz e acabou expulso de campo.

Na próxima rodada, o Corinthians recebe o Fluminense, domingo (31), às 16h, na Arena em Itaquera. Já o Grêmio encara o Bahia, no mesmo dia, mas às 18h30, na Arena em Porto Alegre.

Muita marcação e poucas oportunidades

Grêmio e Corinthians fizeram um primeiro tempo de muita marcação e poucas oportunidades de gol para os dois lados. As melhores chances dos paulistas saíram dos pés de Elias, mas sem muito perigo. Aos 11min, o volante avançou pelo meio e arriscou de longe. A bola subiu muito, sem perigo para Marcelo Grohe.

O Grêmio chegou apenas uma vez, em lance de bola parada. Zé Roberto cobrou falta da meia-lua, mas a bola foi por cima do travessão de Cássio.

O melhor lance aconteceu já no final da primeira etapa, aos 44min. Guerrero fez ótimo passe para Elias, que tirou Rhodolfo do lance e avançou até a entrada da área. Porém, na hora da conclusão, o camisa 7 pegou fraco na bola e mandou nas mãos de Grohe.

"Apagão" corintiano e gols de Barcos

Ao contrário do primeiro tempo, o Grêmio voltou mais ligado e logo nos primeiros minutos da etapa final mataram o jogo. Com trinta segundos, Zé Roberto cruzou da esquerda, Giuliano foi travado na hora da finalização e a bola sobrou para Barcos. O argentino só precisou empurrar a bola para abrir o placar.

O gol relâmpago causou um "apagão" no Corinthians, que levou o segundo tento após dois minutos. Dudu recebeu passe na lateral da área e tocou para o meio. Fábio Santos não conseguiu afastar e Barcos, de novo, completou para o fundo das redes.

Depois dos gols, o Grêmio se acomodou e viu o Corinthians crescer na partida. Aos 13min, Lodeiro deu ótima enfiada para Guerrero. O atacante, sem marcação, tentou tirar do goleiro, mas Marcelo Grohe se esticou todo e fez ótima defesa.

A equipe paulista continuou em cima e, aos 16min, descontou. Guerrero recebeu na esquerda, se livrou da marcação e bateu forte, sem chances para o goleiro gremista. A pressão foi ficando mais forte. Aos 19min, Jadson cobrou escanteio, Luciano escorou na primeira trave e o Grohe fez bela intervenção. Na sequência, Gil cabeceou firme e o goleiro salvou a equipe novamente.

 

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 2 x 1 CORINTHIANS

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS) Data: 24 de agosto de 2014, domingo Horário: 16h (de Brasília) Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC) Assistentes: Kleber Lúcio Gil (SC) e Carlos Berkenbrock (SC) Público: 32.401 Renda: R$ 1.041.801,00 Cartões amarelos: Rhodolfo e Matheus Biteco (Grêmio); Anderson Martins, Lodeiro e Elias (Corinthians) Cartão vermelho: Guerrero (Corinthians)

GOLS:

GRÊMIO: Barcos, aos 15 segundos e aos três minutos do segundo do segundo tempo

CORINTHIANS: Guerrero, aos 16 minutos do segundo tempo

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Matías Rodríguez, Werley, Rhodolfo e Zé Roberto; Ramiro, Fellipe Bastos e Giuliano (Alán Ruiz); Luan (Matheus Biteco), Barcos (Walace) e Dudu

Técnico: Luiz Felipe Scolari

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Anderson Martins e Fábio Santos (Uendel); Ralf e Elias; Luciano (Romarinho), Lodeiro (Romero) e Jadson; Guerrero

Técnico: Mano Menezes





Fonte: Terra