Em busca do tri, Alonso sonha igualar número de títulos de Senna

Em busca do tri, Alonso sonha igualar número de títulos de Senna

Bicampeão, espanhol diz que seria uma grande honra atingir mesmo número de conquistas de Ayrton, mas ressalta que campeonato está em aberto

O líder do campeonato Fernando Alonso apareceu nos paddocks do GP da Hungria, onde será disputado o GP da Fórmula 1 deste fim de semana, exibindo um celular com o desenho do super-herói Homem Aranha. Único a conquistar três vitórias no ano, o piloto da Ferrari desponta como favorito para levantar o caneco, apesar do equilíbrio visto nas dez provas disputadas até o momento. O espanhol ressaltou que ainda falta um longo caminho para conquistar a taça, mas fez questão de destacar a honra que seria faturar o tri e igualar o número de títulos de seu ídolo de infância, um piloto que assim como o herói que estampa seu celular, também parecia ter super poderes: o brasileiro Ayrton Senna.

- Precisamos esperar para ver. É um sonho em minha carreira vencer o terceiro campeonato, agora ou nos próximos seis anos. O terceiro título será muito importante para mim, igualar Ayrton, que era meu ídolo e referência, quando eu corria de kart. Três é um grande número sempre e espero que chegue.

Com 154 pontos, 34 a mais que o segundo colocado Mark Webber (RBR), Alonso minimiza a boa vantagem adquirida sobre os rivais. O espanhol destaca o equilíbrio do campeonato e enumera RBR, McLaren, Lotus e Mercedes na briga pelo título.

- Temos uma boa posição em termos de pontuação, mas estamos apenas na metade do caminho. Ainda há outras dez importantes corridas com a mesma possibilidade para todos e a distância entre os cinco/seis primeiros no campeonato não é impossível de ser superada. Você só precisa de uma ou duas corridas para estar na briga. Precisamos manter a concentração. Não podemos nos dar ao luxo de cometer erros ou qualquer coisa que pudermos nos arrepender depois. É muito cedo para pensar no título. McLaren, RBR, Lotus e Mercedes, todos estão na briga no momento.

Se por um lado, Alonso evita se alongar para falar de um possível tricampeonato, por outro, o espanhol pode alcançar outra marca emblemática no GP da Hungria deste fim de semana. Se vencer a quarta corrida do ano, o ?Príncipe das Astúras? chegará aos 31 triunfos na carreira e igualará o inglês Nigel Mansell como quarto piloto com mais vitórias na Fórmula 1.

Fonte: GloboEsporte.com