Em uma crise com confederação, Falcão diz: "Não jogo pelo Brasil"

Em uma crise com confederação, Falcão diz: "Não jogo pelo Brasil"

O jogador alega problemas com a Confederação Brasileira de Futsal.

Bicampeão mundial com a seleção brasileira de futsal e eleito quatro vezes o melhor jogador do mundo, Falcão afirmou nesta quinta-feira que não jogará mais pela seleção brasileira, que defendeu mais de 200 vezes em mais de 15 anos. O jogador alega problemas com a Confederação Brasileira de Futsal.

- Não sou eu que estou com problemas com a Confederação, são todos os jogadores que estão com problemas com a Confederação. Não jogo mais na seleção - resumiu.

A reclamação dos jogadores é com o diretor de seleções, Edson Nogueira, que assumiu o cargo em janeiro do ano passado. Falcão se reuniu com os principais jogadores da seleção na tarde desta quinta-feira e reclamou:

- Falta de respeito com ex-jogadores e com os jogadores atuais. Como que a Vanessa, melhor jogadora de futsal do mundo, ainda não tem a estrutura necessária? - questiona Falcão, se referindo a Vanessa Pereira, três vezes eleita a melhor do mundo e fez parte da seleção campeã do mundo em 2010.

O camisa 12, junto com os jogadores, montou um dossiê contra a atual gestão da Confederação, criticando vários pontos da entidade:

- A última concentração que a gente teve com a seleção, mandaram cortar nossa TV e internet. Parecia um presídio.

Falcão deixou claro que segue jogando em seu clube, o Sorocaba, time que defende desde o início deste ano.


Em crise com confederação, Falcão revela:

Fonte: Gisele Alves e Isabel Cardoso