Campeonato Italiano: em um jogo que foi marcado pelo racismo, Milan perde e consolida o vexame

Campeonato Italiano: em um jogo que foi marcado pelo racismo, Milan perde e consolida o vexame

erá a primeira vez desde a temporada 1999/2000 que o Milan não disputará uma competição continental.

Virou rotina no futebol europeu. Neste domingo a vítima de racismo foi o zagueiro francês Constant, do Milan. Uma banana foi atirada contra o defensor durante o segundo tempo da partida contra o Atalanta, pelo Campeonado Italiano.

Constant recolheu a fruta do gramado, mas, diferentemente do que fez o brasileiro Daniel Alves, do Barcelona, recentemente, não a comeu. Ele preferiu pegar e mostrar ao árbitro Nicola Rizzoli. Na sequência, o volante De Jong pegou outra banana e ironizou a torcida com aplausos.

"Não sei o que dizer. Só posso elogiar meus jogadores por terem continuado em campo. Esperamos que descubram o culpado e façam o que tenham que fazer", disse o técnico rubro-negro Clarence Seedorf. "Deveriam jogar um coco em quem jogou a banana. Arruinou uma grande tarde", criticou Stefano Colantuono, treinador da Atalanta.

Com a bola rolando. o time de Bergamo venceu a partida por 2 a 1, no Estádio Atleti Azzurri d"Italia, e consolidou um vexame do rival, que não disputará nenhuma competição continental na próxima temporada.

A vitória de virada da Atalanta foi alcançada aos 46mindo segundo tempo, com gol marcado por Brienza. O resultado tira dos rubro-negros qualquer possibilidade de conseguir a vaga na próxima Liga Europa. O time está na oitava posição e não alcançará mais o sexto posto. Será a primeira vez desde a temporada 1999/2000 que o Milan não disputará uma competição continental.

O Milan não fez por onde merecer vencer. Fez um primeiro tempo em marcha lenta, a exceção dos cinco minutos finais. Kaká, que mais uma vez fez partida ruim, deu o primeiro chute ao gol do time visitante somente aos 39min de jogo. Dois minutos depois, Balotelli acertou o travessão. No minuto final da primeira parte, Honda também concluiu na trave.

No segundo tempo, Seedorf colocou El Shaarawy em campo, voltando depois de um longo tempo afastado por lesão. Aos 7min, graças a uma ótima jogada de Muntari, Bellini marcou contra e colocou o Milan em vantagem.

Porém aos 21min Constant derrubou Carmona dentro da área. Pênalti que o argentino Denis não errou e empatou o jogo. Aos 46min veio o castigo do Milan, com Brienza soltando a bomba de fora da área e marcando um golaço.


Em jogo marcado por racismo, Milan perde e consolida vexame

Balotelli lamenta mais uma derrota do Milan

Fonte: Terra