Portal meionorte.com BETA

PUBLICIDADE
ESCONDER
••• atualizado em 16 de Junho de 2012 às 17:40

Em reencontro com torcida do Inter, Andrezinho decide e Botafogo vence: 2 a 1

André Moura
PUBLICADO POR

André Moura


Repórter
Em reencontro com torcida do Inter, Andrezinho decide e Botafogo vence: 2 a 1
Andrezinho decidiu contra seu ex-clube com um gol e uma assistência Foto: Agencia Brasil

O reencontro do meia Andrezinho com a torcida do Internacional não foi dos melhores para os torcedores colorados. No início da noite deste sábado, o jogador - agora camisa 10 do Botafogo -, foi decisivo na virada por 2 a 1 do time carioca sobre os gaúchos, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro. Após sair perdendo com gol de Dagoberto na primeira etapa, o time de Oswaldo Oliveira conseguiu empatar com belo gol de Andrezinho e virou com Fellype Gabriel, após escanteio cobrado pelo camisa 10 botafoguense.

O Botafogo começou ocupando o campo do Inter, mas aos poucos foi diminuindo o ritmo e viu o time colorado crescer até fazer 1 a 0, com Dagoberto, aos 30 do primeiro tempo. Na etapa final, o jogo foi outro: com postura agressiva, os cariocas empataram o jogo e seguiram criando chances, até virar o placar.

O resultado leva o time carioca aos nove pontos, momentaneamente na quinta colocação, porém com a mesma pontuação do quarto colocado Grêmio, hoje a última equipe que teria direito a uma vaga na próxima Copa Libertadores. Já o Internacional fica estacionado nos oito pontos, agora na sexta colocação.

Na próxima rodada, o Internacional visita o Sport no próximo domingo, às 18h30 (de Brasília), na Ilha do Retiro, em Recife. O Botafogo, por sua vez, recebe a Ponte Preta, no Estádio do Engenhão, no mesmo dia e horário da partida dos gaúchos.

O jogo

O Botafogo começou bem a partida, ocupando o campo colorado e tentando impor seu ritmo de jogo. Logo aos 40 segundos, o time carioca chegou com perigo: Herrera escapou pela esquerda e cruzou para Vítor Júnior, que tentou marcar de letra, na pequena área, mas errou em bola. Os minutos seguintes viram o time carioca no campo colorado, mas sem criar chances.

Aos poucos, o Inter foi se encontrando na partida. Forçando bastante pela direita, com Nei e Oscar, a equipe colorado foi descobrindo o caminho das pedras. Aos 14, Dagoberto se antecipou no primeiro pau em cruzamento de Oscar e concluiu para fora. Aos 30, não teve erro: Guiñazu cobrou falta rápido, serviu Oscar, que cruzou para a área. Leandro Damião escorou de cabeça para Dagoberto, também de cabeça, abrir o placar.

Obrigado a sair para o ataque por conta da desvantagem, o Botafogo tinha dificuldades em articular ataques perigosos. O principal veio aos 37: Lucas fez boa jogada pela direita e rolou para Andrezinho, que chutou em cima de Dalton.

O segundo tempo foi completamente diferente. O Botafogo dominou a partida, e começou criando chances desde o início. Aos 45 segundos, Renato recebeu de Fellype Gabriel na entrada da área e bateu colocado, para defesa segura de Muriel. O Inter respondeu aos 6min: Oscar recebeu pela esquerda e rolou para D"Alessandro, que bateu de primeira, raspando o poste de Jefferson.

Um minuto depois, lance polêmico: Vítor Júnior foi derrubado por Índio e o árbitro Paulo César Oliveira ia marcando o pênalti, mas o árbitro adicional Edmundo Alves do Nascimento sinalizou falta fora da área, fazendo Paulo César voltar atrás. Na cobrança, Vítor Júnior chutou na barreira. Lucas Zen pegou o rebote e mandou para fora. Aos 11, na pressão, o mesmo Vítor Júnior quase fez gol olímpico.

No minuto seguinte, o melhor momento botafoguense foi enfim recompensado: Vítor Júnior encontrou Andrezinho na entrada da área. O ex-meia do Inter pegou na veia e acertou o ângulo de Muriel, fazendo, contra seu antigo clube, seu primeiro gol com a camisa alvinegra: 1 a 1. Aos 16, o mesmo Andrezinho bateu falta com perigo, quase fazendo o segundo.

O Inter tentou respirar e criou uma boa chance aos 17, quando Dagoberto, em jogada individual, chutou perto do gol de Jefferson. Aos 21, Vítor Júnior foi novamente derrubado, desta vez por Fabrício, dentro da área, mas Paulo César Oliveira não deu o pênalti. Quatro minutos depois, Brinner quase marcou ao pegar rebote de escanteio. Muriel salvou com um tapinha.

Vendo seu time completamente dominado, Dorival Júnior chamou o volante Elton, provocando protestos dos torcedores. Mas ele nem chegou a entrar. No lance seguinte ao gol perdido por Brinner, Andrezinho bateu novo escanteio na cabeça de Fellype Gabriel, virando o placar. A partir daí, o Botafogo administrou a vantagem diante da tentativa desorganizada de pressão realizada pelo Internacional.

COMUNICAR ERRO

Comunique à Redação erros de português, informação ou técnicos encontrados nesta página:

  • Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente ao Portal Meio Norte
170219,noticias

Manchetes em destaque

ver todas as manchetes
Exibir em:

Redes Sociais

  • Google +1
  • Twitter
  • Instagram
  • Facebook