Em ritmo lento, Fla usa dois times e vence Orlando City por 1 a 0

Luiz Antônio marca de falta na etapa final

O jogo começou em ritmo bem lento. O Flamengo teve apenas duas oportunidades, com Kayke aos 7 minutos e Alan Patrick aos 41. O Orlando foi melhor, criou oportunidades e até perdeu um pênalti, cobrado por Róchez e defendido por Paulo Victor. Na etapa final, com muitas mudanças, o Fla até aumentou o ritmo, mas não conseguiu criar oportunidades reais. A vitória veio em cobrança de falta de Luiz Antônio aos 24 do segundo tempo, em bola que desviou na barreira.

Image title

No aniversário de 120 anos do Flamengo, teve medalha, apresentação de novo cartão do clube, mas faltou futebol. O amistoso com o Orlando City no Maracanã foi disputado em ritmo sonolento, teve pênalti defendido por Paulo Victor, e terminou com um placar magro, de 1 a 0, em gol de Luiz Antonio cobrando falta e contando com desvio de um defensor para balançar a rede. Os rubro-negros atuaram com uma equipe diferente em cada etapa e o técnicdo Oswaldo de Oliveira promoveu a volta de Ederson, recuperado de lesão no joelho. Curiosamente, no segundo tempo, já com uma equipe reserva, o Flamengo pressionou mais e teve maior número de chances.

O Flamengo volta ao gramado pelo Campeonato Brasileiro na próxima quinta-feira para enfrentar o Santos, na Vila Belmiro. Com 47 pontos, o time perdeu sete dos últimos nove jogos, mantém chances muito remotas de terminar a competição no G-4 e praticamente cumpre tabela, já que também não corre risco de rebaixamento.

Fonte: Com informações do Globoesporte