Em trajetória oposta no mercado, Hulk se vê em alta na seleção

Hulk foi um dos destaques da vitória do Brasil no amistoso contra a Dinamarca


Em trajetória oposta no mundo dos rumores, Hulk se vê em alta na seleção
Num momento em que o mercado de transferências europeu parece ter se esquecido de Hulk, no que diz respeito a rumores sobre o interesse dos grandes clubes do futebol europeu, o atacante do Porto está mais do que lembrado na corrida por uma vaga de titular na seleção brasileira. Depois de ser um dos destaques da equipe na vitória de sábado sobre a Dinamarca, em que marcou dois gols, seus primeiros pela equipe nacional, o paraibano, que só começara jogando em função da ausência de Neymar, poderá escapar da barração para o compromisso contra os EUA, na quarta-feira, em Dallas, empurrando Lucas para a linha de fogo.

Isso porque o treinador Mano Menezes informou publicamente que Neymar, ausente do jogo em Hamburgo para poder disputar as quartas-de-final da Libertadores pelo Santos, será titular contra os americanos, determinando pelo menos uma alteração no time que enfrentou os dinamarqueses. O meia do São Paulo, curiosamente um nome para lá de repetido nos último dias nas notícias sobre contratações do mercado europeu, é o candidato a dar vaga para o santista justamente por ter sido discreto no sábado ? e logo quando foi acompanhado ao vivo por um dos possíveis interessados em seus serviços, o treinador do Real Madrid, José Mourinho.

Mas se Lucas foi apenas indiretamente ofuscado por Hulk, já que atuam em posições diferentes, o mesmo não se pode dizer em relação a Oscar, que esteve bem mais à vontade no gramado da Imtek Arena que o ex-companheiro de São Paulo. Mesmo que acomodar Neymar, Hulk e Leandro Damião requeira uma mudança em relação ao perfil tático exibido em Hamburgo, Mano sinalizou estar disposto a realizá-la depois de fazer questão de elogiar tanto Oscar quanto Hulk em suas entrevistas após a partida sábado.

??A gente vinha cobrando do Hulk um gol pela seleção e foi importante tanto para o jogador quanto a equipe que ele saísse. O Hulk fez uma boa partida, e sua movimentação criou problemas para o adversário??, disse o treinador.

Contra Hulk, porém, pesa o fato de o atacante não ter idade olímpica, ao contrário de Lucas. A concorrência pelas três vagas de ??veteranos?? é acirrada, sobretudo em setores mais problemáticos no momento, como a defesa e o o gol. Mas a atuação apagada de Leandro Damião contra os dinamarqueses e a indisponibilidade de Pato, ainda em recuperação de problemas físicos sugerem um brecha. ??Acho que me destaquei (no jogo contra a Dinamarca) devido aos gols e isso é importante para um atacante. Agora começa a dor de cabeça para o Mano. Quero sempre aproveitar as chances de jogar pela seleção e é claro que ficarei magoado se não for chamado para as Olimpíadas??, disse o jogador após a partida.

Relacionado na lista inicial de 52 nomes para os Jogos de Londres, Hulk deverá constar na versão reduzida de 35 que será divulgada em 8 de junho, véspera do jogo contra a Argentina, o último de uma série de quatro amistosos antes da viagem para o Reino Unido. A convocação definitiva será em seis de julho, duas semanas antes do jogo de preparação contra a equipe britânica, em Middlesbrough.

Fonte: UOL