Emerson diz sair do Corinthians em caso de "proposta absurda"

"Pelo que me ofereceram, não deixaria o Corinthians. Mas se os caras fizeram uma proposta absurda...", disse Emerson.

O atacante Emerson, do Corinthians, recusou, na semana passada, uma proposta de R$ 18 milhões por 10 meses de contrato com o do Al-Sadd, do Qatar. Nesta terça-feira, porém, o jogador disse que, diante de uma nova investida, irá repensar a decisão.



"O dinheiro realmente não aceita desaforo. Pelo que me ofereceram, não deixaria o Corinthians. Mas se os caras [árabes] fizeram uma proposta absurda, há de convir que não dá para recusar", disse Emerson durante entrevista no CT Joaquim Grava.

Apesar de admitir que repensará sua decisão em caso de nova investida do Al-Sadd, o atacante disse estar feliz no Corinthians e que não pensa em abandonar o clube. "Sinto-me em casa, voltei a me sentir bem jogando futebol. Não ganho tudo isso no Corinthians, mas dinheiro não é tudo", afirmou o atacante.

A janela de transferências internacionais para o mundo árabe fechou na última sexta-feira, mas segundo o atacante isso não seria empecilho para uma transferência ainda neste ano. "Tenho o passaporte árabe, por isso eu me torno local e não teria problema quanto à janela. Em segundo lugar, a federação é do dono do time [Al-sadd] e ele pode me levar a hora que quiser."

Durante sua trajetória, o atacante acumulou diversas passagens pelo mundo árabe e, por isso, ganhou o apelido de Sheik. Apesar de ter jogado boa parte da carreira em centros desconhecidos do futebol, Emerson diz não se arrepender dessas mudanças.

"Não tenho nenhum arrependimento [de ter ido jogar em centros menos expressivos]. Quando chego perto de uma criança que ajudo e vejo um sorriso, não tem nada que pague. Nem a seleção brasileira" disse o atacante.

Fonte: Folha.com