Empresário confirma que atacante Adriano passou três dias em favela do Rio de Janeiro

Rinaldi disse que Adriano está com problemas particulares

O agente do atacante Adriano, Gilmar Rinaldi, confirmou que o jogador ficou três dias numa favela da zona norte do Rio de Janeiro, o Morro da Chatuba. Segundo Rinaldi, Adriano dormiu dois dias na casa de um tio, que fica na favela, e na madrugada de sábado deixou a Chatuba e seguiu para a casa da mãe. O empresário disse que o Inter de Milão, time de Adriano, já foi informado da situação do jogador.

- Estamos em contato e explicando a situação dele. Ele esteve lá, sim. Foi criado lá, tem muitos amigos - disse Gilmar.

Em entrevista no Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, Rinaldi disse que Adriano está com problemas particulares. E que seu retorno à Itália ainda não tem previsão. O empresário disse ainda que o jogador ficou muito chateado com os "boatos" sobre seu desaparecimento.

- Inventaram um monte de coisa. Chegaram a dizer que ele tinha morrido. Ele tem problemas particulares, como todo mundo - concluiu.

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com