Ronaldo fala de futuro e nega querer ser presidente da CBF

Ronaldo fala de futuro e nega querer ser presidente da CBF

No próximo mês ele comemorará um ano de aposentadoria dos campos

Ronaldo Luís Nazário de Lima faz aniversário no dia 22 de setembro. Mas é outra a data mais próxima que ele se prepara para celebrar. No próximo mês ele comemorará um ano de aposentadoria dos campos ? até GQ colocá-lo de volta para jogar, no vídeo abaixo. A despedida foi melancólica, em meio a muitas críticas a seu peso e aos longos períodos de contusões no Corinthians. O fim não condiz com a carreira. Ronaldo foi ? e é ? o maior ídolo do futebol brasileiro depois de Pelé. Aos 35 anos, Ronaldo não precisaria mais trabalhar ? mas aceitou o cargo de conselheiro do Comitê Organizador Local da Fifa, órgão da entidade que será responsável pela organização da Copa de 2014 no Brasi. Ficou rico, muito rico, antes desse cargo, claro. Estima-se que é um homem de centenas de milhões de dólares. Tem um apartamento no Rio (que comprou por R$ 12 milhões e hoje vale o triplo), uma bela casa e uma cobertura em São Paulo, uma villa em Ibiza, onde passa os verões, um apartamento na luxuosa Avenue Montaigne de Paris, entre outros imóveis. Ele convive bem com a prole de quatro filhos. O mais velho, Ronald, fruto da união com a ex-jogadora de futebol Milene Domingues, quer ser DJ; Alex, fruto de uma relação relâmpago com a esteticista Michele Umezu, foi reconhecido no final de 2010 depois de um teste de DNA; as duas meninas, Maria Sophia e Maria Alice, vêm de sua longa relação com Bia Antony, que ele conheceu em Paris e com quem vive há seis anos. ?Meu recorde?, festeja. Ele conversa com GQ sobre sua carreira política? quer dizer, no futebol. Descobrimos possivelmente o novo Poderoso Chefão do futebol, em uma analogia meramente bem-humorada, puxando para um ?político? capaz de dizer que é pró Lula e FHC ao mesmo tempo. Ah, se você precisar de um candidado a presidente, mesmo ele ainda estando reticente, eis..

Você quer ser presidente da CBF?

Quer começar já assim?

Lógico?

Se eu quero?

É, se você quer.

Não, eu nunca planejei. Eu nunca fiz nada para merecer isso também não. Não tenho esse plano. Estou muito bem nesta nova vida de publicitário, de empresário. Agora, se amanhã ou depois precisarem de mim, eu quero estar junto, quero ajudar. O fato é que eu sou e quero ser um político do futebol e, através do que eu estou fazendo, inclusive com a 9ine, a gente tem muita oportunidade de fazer muita coisa para o futebol. De melhorias, de benfeitorias e oportunidades de negócios. Agora, planejar para ser presidente da CBF, não. Não declarei pretensão alguma de ser presidente.

Como você recebeu a saída do Ricardo Teixeira?

Olha, já parecia anunciado. Tanto tempo, tanta pressão, depois de tanto tempo no poder. Eu acho que terminou o ciclo dele e tem que começar um novo. E aproveitar, logicamente, a economia brasileira, que está bombando, e fazer com que o futebol cresça também, em todos os níveis.

Vocês tiveram suas rusgas no passado e depois se acertaram. Como foi essa reaproximação?

Foi uma bobeira tão grande? Ficamos irritados, discutimos publicamente, mas a reaproximação foi muito tranquila. Eu o procurei e ele aceitou me receber, conversamos bastante, vimos que brigados não poderíamos contribuir para o futebol e fizemos as pazes.

Você terá uma convivência bastante próxima com o Romário no COL. Como é sua relação com ele?

Minha relação é boa, aliás minha relação é boa com todo mundo. E não é demagogia, eu não estou em cima do muro com ninguém. Eu sou autêntico.

Você é mais pró-Lula ou pró-FHC?

Eu sou pró os dois.

Sim, mas você disse que o Neymar só vai ser o primeiro do mundo se for para um time grande de fora.

É o que eu falei. Eu acho, aliás tenho certeza de que o Neymar não vai conseguir ser o melhor jogador do mundo jogando no Brasil.

Você aconselha o Neymar, diz para ele não fazer tanta noitada?

Olha, já tive oportunidade de fazer, mas não aconselho, não. Eu acho que a juventude hoje está muito focada. O Neymar é um garoto que, apesar de jovem e de sair e badalar nos seus momentos livres, é muito dedicado, responsável. Ele não falta a treino, aos seus compromissos. A vida particular dele passa a não ter nenhuma importância quando ele respeita os seus compromissos.

O que levou você a se aposentar? O que o desencantou?

No final já estava com muita dor no púbis e não estava rendendo o que poderia. Eu estava lutando contra o meu corpo, que pedia insistentemente para eu parar, e contra os resultados também, que já não estavam sendo bons. Eu sempre fui muito confiante em entrar em campo e poder decidir o jogo, fazer grandes jogadas, encantar, mas isso já não estava acontecendo. Por justiça ao meu público eu decidi parar.

Foi mesmo o hipotireoidismo que estava provocando seu aumento de peso, como você declarou?

Aquilo foi só um desabafo, porque eu já vinha carregando o hipotireoidismo desde o Milan, controlando, e hoje em dia eu controlo bem também. Mas é uma causa do meu aumento de peso.

Incomodava essa história de falarem tanto, e ainda falarem, do seu peso?

Não, não incomoda. Incomodava era ter o excesso do peso pra jogar, o que era difícil de perder. Isso incomodava mais do que as pessoas falando.

Em que você investe o seu dinheiro?

Meu dinheiro, só no banco.

Bolsa, não?

Bolsa, só as da Bia [risos].

Você tem um salário na 9ine?

Não.

Os tempos de zoação acabaram?

Eu ainda gosto de me divertir, mas com bem menos frequência.

Você ficou um senhor?

É, acho que fiquei velho.

Você sente sinais de envelhecimento?

De vez em quando eu sinto falta de sair, de me divertir com os meus amigos e tudo, mas é muito raro isso acontecer hoje. Me sinto cada vez com mais responsabilidades. Isso faz envelhecer, eu acho. Mas eu não tenho cabelo branco, não tenho rugas. Tá bom.

Você está mais ligado à Cabala?

Eu estou mais cabalista por osmose, mas eu gosto muito da filosofia.

De que você gosta na Cabala?

Eu gosto de tudo, do sentimento, de ajudar, da proximidade, da irmandade.


Empresário, Ronaldo fala de futuro e nega querer ser presidente da CBF

Fonte: Globo.com