‘Não veremos outro como ele’, comenta Guardiola sobre Messi

‘Não veremos outro como ele’, comenta Guardiola sobre Messi

A cada atuação do Barcelona, Lionel Messi vem escrevendo sua história no clube catalão

A cada atuação do Barcelona, Lionel Messi vem escrevendo sua história no clube catalão. A espetacular exibição na goleada por 7 a 1 sobre o Bayer Leverkusen, quarta-feira, no Camp Nou, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, fez o craque argentino apenas confirmar a condição de melhor jogador do planeta. Impressionado, o treinador do Barça, Pep Guardiola, não se conteve e tratou de colocar o astro na condição de incomparável.

- Não veremos outro como ele ? resumiu Guardiola ao diário "AS", lembrando em seguida também o impressionante desempenho de Messi como goleador. Com os cinco gols diante dos alemães, o "Pulga" segue resoluto à condição de maior artilheiro do Barcelona em todos os tempos.

- Hoje nós vimos uma das noites mais especiais de Messi, é um dom. Ele merece uma homenagem, pois é incrível que, com apenas 24 anos, esteja a somente sete gols de César ? lembrou o treinador.

Cesar Rodríguez, que defendeu o clube entre 1942 e 1955 (14 temporadas), anotou 235 tentos, estando sete à frente de Messi. No fim de 2011, o argentino deixou o húngaro László Kubala (1950 a 1961, 12 temporadas) para trás e assumiu o segundo lugar, porém com uma média bem superior à dos demais goleadores. Estreou pelo time principal aos 16 anos em um amistoso contra o Porto em novembro de 2003, mas somente em 2005/06 (aos 18 anos) é que se firmou na equipe titular, o que perfaz um total de nove temporadas incompletas.

Os impressionantes números do melhor do mundo também podem ser exemplificados por sua performance em 2011/12. Até o momento, foram 49 partidas (pelo Barcelona e seleção da Argentina) em sete meses, e um total de 53 gols assinalados.

Fonte: Globo Esporte