Equipe Gil Motos conquista 17 troféus no Rally Cerapió e já se prepara para seguir para o Sul do país

Em edições passadas, a equipe já contou até com pilotos estrangeiros e já pensa em atrair competidores de outros países

A equipe Gil Motos Racing conquistou 17 troféus no maior rali de regularidade das Américas, o Cerapió, que aconteceu entre 26 de janeiro a 1º de fevereiro, entre Ceará, Piauí e maranhão, na edição de 27 anos. Há 14 anos levando pilotos de todo Brasil para o evento, este ano não foi diferente, tendo a equipe comandando pelo Gil e mais sete pessoas da equipe de apoio nada menos que 36 pilotos de nove estados. Em edições passadas, a equipe já contou até com pilotos estrangeiros e já pensa em atrair competidores de outros países, como Espanha, Portugal e Estados Unidos.

Além do diretor da equipe, o Gil, que mora em São Paulo, de onde parte toda sua logística, a equipe contou ainda com cinco mecânicos, um assessor de logística, um chefe de mecânica, um lavador e quatro ajudantes. Ao todo, a equipe contou com 49 pessoas, entre pilotos e apoio. ?Esse ano, embora a prova tenha sido mais longa, deu tudo certo e prestamos o apoio necessário e preciso para nossos participantes, desde o transporte das motos, o apoio dos neutros, a logística de ospedagem e alimentação foi dentro do planejado e por isso estamos satisfeitos. O resultado é que obtivemos 17 troféus?, comemora Gil, que já prepara mais uma maratona de viagens levando toda a parafernalha, rumo ao Rio Grande do Sul, onde acontecerá no dia 22 de fevereiro as próximas etapas etapas do Brasileiro, o Enduro dos Pampas.

Com tamanha estrutura, a equipe contou com forte aparato para atender os pilotos, tendo percorrido ida e volta mais de sete mil quilômetros, tendo no comboio um ônibus, comportando um total de 30 motos, bagagem de pilotos e oficina, um carro de apoio de São Paulo e cinco carros de apoio durante a prova.

Entre os 17 troféus conquistados, dois foram para Guilherme Cascaes, de Santa Catarina, que sagrou-se tri campeão do Cerapió ? Piocerá, além de troféu de campeão das etapas de abertura do Campeonato Brasileiro de Enduro de Regularidade. ?O apoio é fundamental em uma prova de enduro, principalmente uma prova longa, com três ou quatro dias de competição. Durante o dia precisamos do apoio rápido nos neutros e a noite a manutenção e checagem dos equipamentos. Tive a oportunidade de contar com o apoio do Gil em várias provas e nunca precisei me preocupar com o equipamento. A equipe sempre passa segurança e posso me concentrar apenas na prova?, explica Cascaes.

 

Além do tricampeão máster, na mesma categoria o atual campeão brasileiro Emerson Loth conquistou o troféu de 5º lugar no Brasileiro; na categoria sênior Jony Jachtchechen, de Curitiba, levou dois troféus e Péricles Dutra mais dois; na executivo, Mauro Sérgio Follmann, de Belém, levou um do Cerapió, de 2º lugar e um troféu de 4º lugar do Brasileiro; o paulista George Parik, da Over-50, conquistou mais dois, sendo o de 2º colocado no Cerapió; na categoria júnior, Bruno Mourão, de Belo Horizonte, levou dois troféus de 5º colocado, e Saul Zakkour, do Rio de Janeiro, conquistou o 4º lugar no Brasileiro; na novato, Luiz Gustavo Penteado, de Guarulhos, faturou o troféu de 3º lugar no Cerapió e 1º lugar no Brasileiro, e Gustavo Murad, de São José do Rio Preto, ficou com o 5º lugar das etapas de abertura do Brasileiro.

Fonte: Assessoria