Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Acesse a versão para celular
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Erik Scheidt, filho do supercampeão Robert Scheidt, vence a Copa Brasil

"Filho de peixe, peixinho é"

Erik Scheidt, filho do supercampeão Robert Scheidt, vence a Copa Brasil
| Aline Bassi/Divulgação / Lance!
Compartilhe
Google Whatsapp

O 47° Campeonato Brasileiro de Optmist, que está sendo disputado em Ilhabela, litoral norte de São Paulo, foi palco de mais uma história com o lema "filho de peixe, peixinho é".

Na Copa Brasil de Estreantes, Erik Scheidt, que representa a Flotilha Borrachudo, de Ilhabela, venceu mais uma regata e terminou a segunda do dia na segunda colocação, garantindo a medalha de ouro. Erik é filho de Robert Scheidt, bicampeão olímpico e 15 vezes campeão mundial na vela.

O segundo lugar também foi para a flotilha local com Ian Borgstrom. As duas últimas regatas aconteceram próximo à praia de São Francisco, local mais abrigado do vento sul que soprou forte o dia todo no Canal de São Sebastião.

"Foi legal velejar nesse lugar bonito com os amigos. Uns dias foram mais difíceis que os outros, mas, o que eu mais gostei foi de ficar com os amigos. Agora não sou mais estreante e vou ter que treinar mais lá na Itália", disse Erik, que vive no lago de Garda, ao norte do país.

Já os velejadores veteranos disputaram o Campeonato Brasileiro por equipes, evento que teve 16 times de Sã Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Pernambuco, Bahia, DF e do Chile. A regatas começaram às 9h30 da manhã em frente à praia do Perequê. A competição teve um formato eliminatório, com uma equipe correndo contra a outra em seis etapas mais a final, que foi em melhor de três.

Os times do Rio Grande do Sul 1 e Rio de Janeiro 1 fizeram uma final eletrizante, com disputas acirradas e muita marcação. A primeira regata foi vencida pelos cariocas e a segunda, pelos gaúchos, deixando a decisão para a terceira prova. No final o título ficou com o time do Rio de Janeiro, formado por Bernardo Martins, Diogo Petersen, Pedro Muricy e Joana Gonçalves.

"Fomos a equipe que mais treinou e por isso conseguimos o resultado que queríamos. A comunicação em uma regata de equipe é bem diferente, conversamos o tempo todo, algo que não acontece na regata individual. Em um campeonato por equipes é como se os quatro velejadores fossem um só", afirmou Diogo. Os quatro são atletas do ICRJ.




Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Carregar os comentários (0)

comentários

fechar comentários
Nenhum comentário feito até o momento

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto