Espanha deixa show de lado e derrota seleção do Iraque com um placar apertado

O atacante David Villa foi o autor do gol da vitória

Depois do show diante da Nova Zelândia na estreia, a Espanha diminuiu o ritmo e, apesar de não ter levado sustos, derrotou o Iraque apenas por 1 a 0, nesta quarta-feira, na abertura da segunda rodada da Copa das Confederações. O atacante David Villa foi o autor do gol da vitória

Com o resultado, a Fúria chegou aos seis pontos no grupo A e já garantiu uma das vagas nas semifinais. De quebra, a seleção do técnico Vicente Del Bosque mantém uma incrível invencibilidade de 34 jogos (não perde desde novembro de 2006). Ao todo, nas últimas 52 partidas que disputou, a Espanha foi derrotada apenas duas vezes.

Com duas mudanças na zaga (Marchena e Piqué nos lugares de Puyol e Albiol) e duas no meio-de-campo (Cazorla e Mata nas vagas de Fábregas e Silva) em relação ao time que goleou a Nova Zelândia na estreia, a Espanha começou a partida em ritmo mais lento do que o imposto contra a equipe da Oceania.

O primeiro lance de perigo só aconteceu aos 16 minutos, quando após um belo passe de Xavi, Torres ficou cara a cara com o goleiro iraquiano Mohammed Kassid. No entanto, o artilheiro do torneio com três gols desperdiçou a oportunidade.

Aos 24, a torcida no Free State chegou a gritar gol após belo arremate de David Villa acertar a rede. O problema é que a bola foi pelo lado de fora. O Iraque, por sua vez, ficava na retranca e não dava muitas chances aos espanhóis.

Villa martela e marca

Depois do primeiro tempo abaixo da média, a Fúria voltou mais disposta na segunda etapa e, aos seis minutos, Villa, sozinho, testou em cima do arqueiro do Iraque.

Três minutos depois, após belo cruzamento de Capdevilla, o atacante do Valencia não desperdiçou e abriu o marcador de cabeça.

Com a vantagem no placar, a Espanha seguiu com maior posse de bola, mas não conseguiu ampliar o resultado, que deixou os iraquianos, atuais campeões asiáticos, na terceira colocação com um ponto. Mais tarde, em outro jogo do grupo A, a anfitriã África do Sul recebe a lanterna Nova Zelândia no complemento da segunda rodada.

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com