“Espero que não façam camisinhas”, diz jogador após blusas rasgadas

A quantidade de camisas rasgadas no jogo surpreendeu os jogadores.

Neste domingo, a Eurocopa foi marcada pela disputa entre Suíça e França, e vários lances foram marcados por grandes repercussões, mas o que mais chamou atenção foi a quantidade de camisetas rasgadas dos jogadores suíços. No total, foram cinco uniformes, número maior que os chutes a gol do time que foram três.

Depois do empate em 0 a 0 com os donos da casa, pelo Grupo A, o meia Shaqiri fez piada após seus companheiros serem obrigados a trocar de camisa durante o jogo.

O atacante Embolo e os meias Dzemailli, Mehmedi e Xhaka (duas vezes e em lugares diferentes) foram as vítimas dos rasgos. “Espero que a patrocinadora não fabrique camisinhas”, disse, aos risos, na zona mista, segundo a imprensa francesa.

O goleiro suíço Sommer foi outro jogador a achar graça da situação e disse que a partida foi muito "brigada", por isso as camisas terminaram rasgadas quase que completamente.

“O que posso dizer? Acontece (risos)... Isso significa que foi um jogo brigado, que teve muitos duelos. Quando tem disputas, o uniforme pode rasgar. Não quero dizer que tenha que mudar (a fornecedora), porque a Puma é ótima. Esse tipo de coisa acontece sempre, não é a primeira vez e não será a última”, afirmou.

Jogadores com camisas rasgadas (Crédito: Reprodução)
Jogadores com camisas rasgadas (Crédito: Reprodução)

Jogadores com camisas rasgadas (Crédito: Reprodução)
Jogadores com camisas rasgadas (Crédito: Reprodução)

Fonte: Com informações do Extra