Esquecido em 2002, Romário deseja boa sorte para Felipão na convocação

‘Que Papai do Céu lhe dê sabedoria para que chame os melhores’

Em 2002, o técnico Luiz Felipe Scolari driblou o Brasil inteiro e deixou Romário fora da lista de convocados para a Copa da Coreia do Sul e Japão. Preterido pelo treinador durão, o ex-atacante, hoje deputado federal, é um dos mais ferrenhos críticos à Copa do Brasil, mas não guarda rancor do treinador que o esqueceu no passado. Em entrevista ao Jogo Extra, o tetracampeão Romário admite que torcerá tanto pela seleção, que até planeja assistir ao jogo contra Camarões, no dia 23 de junho, no Mané Garrincha, em Brasília. E deseja que ?Papai do Céu dê sabedoria? ao técnico Felipão na convocação desta quarta-feira, a partir das 11h30, no Vivo Rio.

Afinal, você, que tem criticado tanto os preparativos da Copa do Mundo no País, vai torcer pela seleção brasileira?

A única coisa que resta a mim e ao povo brasileiro é torcer pela seleção. Porque, fora de campo, a gente já perdeu, de goleada, tudo o que tinha de perder. Mas uma coisa não tem a ver com a outra. Não vou torcer contra o meu País. Vou torcer pela seleção brasileira, sim.

Qual será a maior bola fora nesta Copa?

O pior de tudo vai ser a desorganização. Isso já é a pior coisa. O atraso da entrega dos estádios, o atraso dessas obras... Isso já é o pior da nossa Copa. O que mais de ruim você espera que aconteça? Não há mais nada para acontecer. Se houver algo pior, não haverá Copa. É o que eu posso dizer agora.

O que achou dos estádios?

São lindos. São realmente maravilhosos. Vamos ver na prática se é isso mesmo.

Qual é a sua expectativa em relação à convocação?

Espero que o Felipão esteja inspirado. Espero que Papai do Céu lhe dê sabedoria para que ele possa convocar os 23 melhores jogadores.

Acha que haverá alguma surpresa na lista?

A torcida não deve esperar nenhuma novidade, não. Não tem que haver nenhuma novidade a essa altura. Se bem que na convocação para a Copa de 2002, houve uma novidade na lista do Felipão. A novidade foi eu não ter sido chamado. Mas pode ter certeza de que o treinador já definiu os seus 23 jogadores faz tempo.

Em 2002, na convocação pra a Copa da Coréia e Japão, apesar de todos os apelos da torcida e da crítica especializada, Luiz Felipe Scolari foi intransigente e deixou você fora da Copa. E, consequentemente, o pentacampeonato não foi para o seu currículo. Está torcendo mesmo por ele?

Já fiquei p... com ele. Na hora, eu fiquei. Mas agora, acabou. Fui inclusive a favor da volta dele. Tem meu apoio. Ele é o cara ideal para estar à frente da seleção.

Você tem algum tipo de relação com o coordenador técnico Carlos Alberto Parreira, seu treinador na conquista do tetracampeonato, em 94, na Copa dos Estados Unidos?

Não tenho nenhuma relação. Nem pro bem, nem pro mal. Boa sorte pra ele... Olha, é o seguinte: o Felipão é o treinador que tem toda condição de fazer o Brasil ser campeão do mundo. É um nome que tem visibilidade. E o Parreira tem muita experiência. Foi campeão como treinador e é um profissional respeitado.

Quem você acha que obrigatoriamente tem que estar nessa lista?

Neymar, Neymar, Neymar. O Neymar tem que estar obrigatoriamente nessa lista.

Quem vai ser o craque da Copa do Mundo?

Tomara que o Neymar seja o cara. Mas não sei... Gostaria que ele fosse o craque, com o Brasil campeão. Mas há o Messi e o Cristiano Ronaldo. E o Rooney também pode surpreender.

Uma das posições mais polêmicas é a de goleiro. Julio Cesar, jogando no Toronto, um time do Canadá, tem condição de vestir a camisa de titular?

Não vou te falar quem o Felipão deve levar ou não. Mas, como sempre odiei goleiro, acho que qualquer um serve. Qualquer um está de bom tamanho. Não me meto.

Quais serão as seleções favoritas nessa Copa?

Brasil, Alemanha, Argentina e Espanha. Espero que dê Brasil.

Você vai assistir aos jogos?

Não sei como vai ser isso. Nosso recesso será somente após a Copa do Mundo, em 15 de julho. Vou estar em Brasília às terças, quartas, quintas... Tendo plenário, vou trabalhar. Mas, se puder ir a um joguinho, eu vou. Se não, vejo pela televisão, sem problema nenhum.

Você tem ingresso?

Uns amigos compraram para mim. Estou pensando em ir pelo menos ao jogo do Brasil contra Camarões, na primeira fase, aqui em Brasília (em 23 de junho, numa segunda-feira). E, se o Brasil chegar à final, no Rio, há uma chance boa de eu conseguir também ir ao Maracanã.

Com esse clima de Copa do Mundo começando a contagiar o País, você não fica com saudade do futebol?

Eu bato minha bola duas vezes por semana na minha casa e no Caça e Pesca, na Barra. Ainda dou um show à parte. E, uma vez por mês, eu e os deputados viajamos para partidas beneficentes. A partir de quinta-feira (amanhã), eu, deputados, vereadores e ex-jogadores estaremos jogando para arrecadar dinheiro para a pesquisa sobre uma doença chamada ELA, esclerose lateral amiotrófica.

Num time de deputados, você deve deitar e rolar...

(Risos) O que vale é a nossa campanha. Na quinta-feira (amanhã), estaremos em Salvador, no Pituaçu. Vou levar Valber, Alex Dias, Bruno Reis... Também irão os deputados Tiririca, Popó, Deley e Danrlei...

Quem será o Romário da lista do Felipão?

Não tem mais nenhum Romário. Só houve um Romário.

Fonte: Extra