Fla: Estreia de Dorival tem frustração e cópia de Joel

Fla: Estreia de Dorival tem frustração e cópia de Joel

Dorival Jr. passou grande parte da estreia em silêncio, apenas observando time do Fla.

Após dois dias de negociação e menos de 24h de intervalo entre o anúncio oficial e o primeiro compromisso em campo, Dorival Júnior estreou como novo técnico do Flamengo na última quinta-feira, contra a Portuguesa, no empate em 0 a 0 no Engenhão. Sem muito tempo para trabalhar, a estreia relâmpago do novo comandante rubro-negro foi marcada principalmente por muito silêncio na beira do gramado, uma certa frustração com a presença mínima da torcida e um discurso muito parecido com o de Joel Santana após a partida.

Assim como seu antecessor costumava fazer após os tropeços do time da Gávea, Dorival pediu tempo para ajustar o time e, principalmente, paciência à torcida. Com uma "cópia" das entrevistas de Joel, ele disse que, com muito trabalho, consegue ver a equipe que atualmente está na 10a. posição brigando pelo título.

"As coisas vão melhorar. Eu tenho certeza disso. É apenas uma questão de tempo. Peço que a torcida entenda e esteja ao nosso lado nessa caminhada. Com muito esforço, creio que esse elenco pode ir longe, por maiores que sejam as dificuldades agora", pontuou Dorival em entrevista coletiva após o jogo, lembrando o discurso de seu antecessor.

Se no contato com a imprensa a conversa durou quase 20 minutos, o mesmo não se pode dizer de seu comportamento dentro de campo. Em seu primeiro compromisso junto dos jogadores, Dorival preferiu o silêncio na beira do gramado. Durante o primeiro tempo, com as mãos para trás, ele apenas observou o seu novo time. Na segunda etapa, ainda de forma tímida, arriscou alguns gestos, mas continuou com pouquíssimas palavras.

No final da partida, já na chegada ao vestiário, ele comentou com alguns poucos jogadores o sentimento depois da estreia e suas primeiras impressões. Além da tristeza pela derrota, uma frustração tomou conta de Dorival por conta do pequeno público que foi ao Engenhão - pouco mais de oito mil torcedores estiveram presentes.

Adriano também na pauta

Por fim, Dorival foi questionado sobre Adriano e repetiu um discurso antigo dos integrantes do time da Gávea. "É um grande jogador. Conto com ele. Se vier, vai ajudar muito. Espero que possa estar conosco em breve", disse, como um mantra que norteia os comentários dos rubro-negros sobre o Imperador que se recupera de uma cirurgia no tendão do pé esquerdo.

Curiosamente, após o jogo da última quinta, Dorival Júnior irá comandar seu primeiro treino apenas nesta sexta. Aos poucos, mesmo com pouco tempo, ele buscará se livrar da sombra de Joel e dos problemas do Flamengo. O próximo desafio para provar que a esperança realmente é de dias melhores e não ficará apenas no discurso será contra o São Paulo, neste domingo, no Morumbi.

Fonte: UOL