Estrelas do PSG se esbaldam nas ruas de Paris com fim do jejum

Estrelas do PSG se esbaldam nas ruas de Paris com fim do jejum

Brasileiros registram a festa dos parisienses e a empolgação dos astros Ibrahimovic e Beckham na comemoração pelas ruas da capital francesa

O título do Paris Saint-Germain já possui um lugar garantido na memória de Thiago Silva e Lucas. Durante os festejos em Paris, na última segunda-feira, os jogadores registraram a multidão que se concentrou para acompanhar a passagem dos campeões franceses de 2012-2013. A equipe garantiu antecipadamente a conquista depois da vitória sobre o Lyon, fora de casa, pela 36ª rodada da competição nacional. O último título dos parisienses havia acontecido na temporada 1993-1994.

- Conquistar é sempre gratificante. Vale todo o sacrifício. O início sempre é o mais difícil, mas trabalhamos sempre em busca desses momentos. Essa conquista tem sabor especial por vários motivos, ate porque será a primeira taça que ergo como capitão - afirmou o zagueiro.

Thiago Silva recebeu o troféu das mãos do presidente da Liga de Futebol Profissional (LFP), Frédéric Thiriez, diante de milhares de torcedores reunidos em frente ao Palais Chaillot, com a famosa Torre Eiffel ao fundo. No entanto, os parisienses tiveram dificuldade para celebrar o momento devido aos incidentes entre torcedores "ultras" e policiais.

Para encerrar o jejum na competição, os investidores do Catar gastaram quase ? 140 milhões (R$ 367 milhões) para ter reforços como Thiago Silva, Lucas, Ibrahimovic, Lavezzi, Verratti e Van der Wiel na montagem do grupo para Carlo Ancelotti. Na Liga dos Campeões, a equipe foi eliminada pelo Barcelona, após dois empates nas quartas de final.

Entrega do troféu do PSG tem confronto entre torcedores e policiais

Quem também teve motivos para festejar foi Lucas. Ausente do duelo contra o Lyon, por causa de um incômodo nas costas, o ex-são paulino registrou a festa ao lado do inglês David Beckham. O meia-atacante, que virou um dos xodós da torcida do PSG, acompanhou o jogo decisivo no estádio Gerland e depois fez a festa no vestiário ao lado dos companheiros.

- Estou muito feliz. Só tenho que agradecer a Deus por tudo que ele fez e vem fazendo em minha vida. Com poucos meses de Europa, já conquistar um título importante não tem preço. É uma emoção e uma alegria que não tenho como descrever - disse o ex-jogador do São Paulo.

Fonte: EGO