Eto'o desabafa sobre caso de racismo e é afastado por clube

Atacante atualmente joga no futebol turco

O Antalyaspor decidiu afastar Samuel Eto'o da equipe após o atacante desabafar nas redes sociais sobre ter sido vítima de racismo dentro do próprio clube.

"Talvez algumas pessoas não me respeitam porque sou negro. Mas não vou descer do nível que atingi. Estou nesse jogo há 18 anos", escreveu Eto'o, sem deixar claro como e quem teria cometido o possível ato de racismo.

Na sequência, no entanto, o camaronês tentou amenizar a situação. Em outra mensagem publicada na rede social, deixou claro que o desabafo não era um recado ao presidente do Antalyaspor, Safal Ali Ozturk, que disse recentemente que "nenhum jogador está acima dos interesses do clube e que todos deveriam saber o seu lugar", no que interpretaram como uma indireta pelo fraco início de temporada de Eto'o.

Contratado em junho de 2015 como uma das grandes esperanças da equipe, Eto'o pouco contribuiu com o Antalyaspor, que soma apenas um ponto nas primeiras quatro rodadas do Campeonato Turco.


Samuel Etoo (Crédito: Reprodução)
Samuel Etoo (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Uol