"Futebol não pode ser apitado por veado", diz Eurico Miranda

Ele concedeu entrevista ao programa "De Cara", da Rádio FM O Dia.

O presidente do Vasco, Eurico Miranda, durante entrevista ao programa "De Cara", da Rádio FM O Dia, apresentado porLéo Dias e a atriz Antônia Fontenelle, fez declarações que deram o que falar. Alguns ouvintes, que participaram da edição, foram xingados por ele.

"Estou preocupado para c... Você deve ser um flamenguista de m... Se você não sabe, vou te explicar. O problema é o seguinte: fui investigado, chacoalhado de cima para baixo e nada foi encontrado (CPI). Para sua informação, este episódio da Fifa eu denunciei tudo isso em 1998 ou 1999. É só procurar na internet. Boa sorte", afirmou a um ouviente.

Questionado sobre ter 'fugido' com a renda de um jogo do Vasco, ocorrido na década de 90, ele não pensou duas vezes e disse: "Meu camarada, deixa eu dizer para você: isso é uma grande babaquice. Como eu vou sair correndo com uma renda? Primeiro, eu nunca saí correndo de lugar nenhum, e ando com seguranças para que alguns babacas como você não me façam esse tipo de pergunta. Quem lida com milhões vai se preocupar com tostões?".

Em outro momento, polemizou ao falar sobre homossexuais. "Futebol não pode ser apitado por veado. Veado que apita futebol pode se comprometer. Mulher tem que apitar jogo das mulheres, não tem que apitar jogo dos homens. Mas não tenho e nunca tive nada contra gay, tenho contra veado", disse.

Image title


Fonte: Com informações do Globo Esporte